Faleceu hoje em Manacapuru (a 100 km de Manaus), por complicações da Covid-19, o paciente Emerson Júnior, de 30 anos. O jovem, que tem síndrome de Dowm, passou nove dias internado.

Emerson ficou conhecido na internet ao protagonizar um registro fotográfico emocionante que foi parar nas redes sociais no último domingo (24). Na imagem que já se tornou icônica, ele é abraçado pelo enfermeiro Raimundo Nogueira Matos enquanto recebe oxigênio.

Logo que Emerson foi internado, o hospital solicitou um leito de UTI à central de regulação do estado —a vaga contudo só foi disponibilizada ao menos cinco dias depois. O paciente havia apresentado melhora e a expectativa era de que fosse transferido hoje para uma UTI em Manaus, mas faleceu nesta manhã.

“Fiquei muito triste, chorei muito”, contou, emocionado, o enfermeiro ao UOL.

No último dia 20, Emerson deu entrada no hospital de campanha do município de Caapiranga com sintomas da covid-19. Ele imediatamente ficou internado recebendo assistência.

O local entretanto não possui leito de terapia intensiva, por isso foi solicitada sua transferência para Manaus, mas inicialmente não houve retorno porque há fila de espera por leitos no estado.

Na segunda-feira (25), quando ele piorou, uma campanha chegou a ser lançada nas redes sociais, pedindo intervenção do governador Wilson Lima (PSC).

Na madrugada da terça (26), a situação piorou, e ele teve uma parada cardíaca, tendo sido levado às pressas para Manacapuru, cidade-polo da região.

“Ele teve a parada [cardíaca] e nós o intubamos aqui e o levamos às pressas a Manacapuru. Fomos ambuzando [fazendo ventilação manual] até lá, foram duas horas e meia de processo na viagem.”, disse o enfermeiro Raimundo Matos.

Lá, Emerson foi intubado e estava internado. A cidade, porém, também não tem UTI.

“Em Manacapuru, onde ele estava, pelo agravamento, era necessário aguardar estabilizar para transferir. Já tinha um leito certo de UTI, em Manaus, para transferência. E hoje, à 1h da manhã, ele estava com situação boa. Agora pela manhã estava saturando 98%, mas agora informaram que ele faleceu”, afirmou o enfermeiro.

***
Redação Conti Outra, com informações de UOL.
Foto destacada: Mirene Borges Da Silva.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.