Permita-se seguir em frente, com todos os medos e dúvidas que te couberem.

Não, não é preciso abandonar tudo, de uma única vez. Mas também não precisa fingir que nada aconteceu ou que nada está acontecendo. Você pode encarar isso e olhar os problemas de frente, mesmo que eles sejam tão assustadores a ponto de fazerem você se encher de medo.

Não, não é preciso abandonar tudo, de uma única vez. Mas também não precisa fingir que nada aconteceu ou que nada está acontecendo. Você pode encarar isso e olhar os problemas de frente, mesmo que eles sejam tão assustadores a ponto de fazerem você se encher de medo.

Você também não tem a obrigação de se reinventar de uma hora para outra, como se isso fosse a coisa mais simples do mundo, porque não é. Isso seria humanamente impossível. Humano é chorar até de madrugada, sofrer por angústia e se perguntar pela milésima vez se estão tomando a atitude certa. É seguir com as decisões, mesmo que a vontade seja de correr para trás e se desfazer do que já fez, desejando não ter começado essa revolução que foi mal contida no seu interior.

Saiba que duvidar do caminho que está sendo traçado é coisa comum entre os que não se contentam com estradas pré-definidas e desejam definir seu próprio horizonte. Mesmo que o caminho seja incerto, essa busca encontra justificativas no direito de ter uma nova visão.

Seja assim, permita-se ter esta nova visão, permita-se seguir em frente, mesmo que precise tento que lidar com grandes desafios ou tenha que encarar a crueldade das opiniões contrárias.

Mesmo com todas as interrogações e com todos os desejos de dar meia-volta, permita-se prosseguir, com sua cabeça erguida e sua decisão em punho.

Tenha coragem para defender seus objetivos e perceba os méritos contidos nessa sua nova tentativa. Esse novo jeito de olhar a vida que está sendo acessado agora fará jus a esse embate que está sendo travado dentro de você agora.

Você não merece nada menos que o melhor, nada que não te traga plenitude, bem-estar e alegria de viver. E se é isso o que você tem buscado, sua luta é válida e absolutamente justa. Mas não espere que todos sejam capazes de compreender seus motivos. Nem se detenha nos conselhos que te serão oferecidos, e serão aos montes. Não dê a eles poder sobre suas decisões, pois isso poderá ser extremamente nocivo para as poucas certezas que você estiver cultivando. Ouça se quiser, mas não se esqueça de ponderá-los, todos.

O compositor Humberto Gessinger nos deu um presente ao dizer que “somos o que há de melhor, somos o que dá pra fazer, o que não dá pra evitar e não se pode esconder”. E você é o que há de melhor na sua própria vida, tenha certeza.

Por isso, mantenha-se firme, aja com determinação e não esmoreça. Siga em frente, curando-se dos erros e valorizando seus acertos. E apesar de todas as dificuldades nessa sua reconstrução, em breve você poderá mostrar uma nova e bonita versão de você, desenhada a custo de tempo e muitos sacrifícios, mas que terá valido cada lágrima e cada pontada de incerteza que te fazem sofrer agora.

Permita-se seguir em frente, com todos os medos e dúvidas que te couberem. Só não desista, nunca! Acredite no seu potencial e invista em você, pois nada é mais precioso neste mundo. Acredite nisso!

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Alessandra Piassarollo
Administradora por profissão, decidiu administrar a própria casa e o cuidado com suas duas filhas, frutos de um casamento feliz. Observadora do comportamento alheio, usa a escrita como forma de expressar as interpretações que faz do mundo à sua volta. Mantém acessa a esperança nas pessoas e em dias melhores, sempre!