Peixe com apetite voraz comeu todos os colegas de aquário e agora vive solitário

O apetite voraz deste peixinho fez com que ele fosse posto em um aquário isolado, tendo como única companhia os visitantes do local. Com o fim das visitas devido à pandemia, ele conheceu a solidão.

REDAÇÃO CONTI outra

O aquário Linnanmaki Sea Life, na capital da Finlândia, Helsinque, é um espaço onde espécies marinhas, no geral, convivem em harmonia, permitindo que seus visitantes tenham a sensação de estarem fazendo um tour pelo fundo do mar. Mas é claro que existe uma exceção. O peixe garoupa Mikko, que tem um histórico de fazer inveja aos mais perigosos bandidos, precisa ficar isolado dos outros animais. O motivo? Ele simplesmente comeu todos os seus colegas de aquário.

Desde que passou a viver no local, em 2007, Mikko foi trocado de espaço ao menos três vezes, justamente por conta desse seu apetite irrefreável. Ele chegou a engolir um peixe-leão-vermelho venenoso. Como ninguém foi capaz de conter a fome do peixe de 15 quilos, não restou outra alternativa a não ser o isolamento.

Apesar da fama de “mau elemento”, o garoupa Mikko ganhou a simpatia dos visitantes do aquário e foi considerado pelo Sea Life o “peixe mais famoso da Finlândia”. Ele reinava absoluto em seu aquário privativo, podendo desfrutar da companhia dos muitos fãs humanos que o visitavam todos os dias. Até que um dia a pandemia de coronavírus obrigou o aquário a fechar as portas para o visitantes e a estrela do show finalmente conheceu a solidão.

“Quando tivemos que fechar devido à Covid-19, os funcionários perceberam claramente que Mikko parecia mais apático por não haver visitantes”, disse uma representante da atração, conforme noticiado pelo Daily Star. E acrescentou: “Ele estava mais quieto e distante do que o normal em seu tanque.”

Percebendo que Mikko amargava a mais triste solidão, o Sea Life resolveu agir. E foi justamente no aniversário de 16 anos de sua chegada ao aquário que o peixe comilão viu sua história mudar. Ele foi presenteado com um apetitoso bolo de salmão e velas para que ele começasse a se alegrar. Além disso, ele passou a receber regulares escovações de seu corpo e ganhou uma televisão, instalada próximo ao seu tanque, para que não se sinta tão só.

Será que depois de conhecer de perto a solidão, o garoupa Mikko aprendeu a lição? Achamos muito difícil.

***
Redação CONTI outra. Com informações de Toluna

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




REDAÇÃO CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.