Pedreiro encontra carteira com R$ 12 mil e devolve ao dono. ‘A consciência pesa mais’

"Dinheiro toda vida é bem-vindo, mas desse tipo assim, não”, revela José Adilson Ferreira

CONTI outra

Seu nome é José Adilson Ferreira, de 42 anos, e ele é morador de Curitibanos, no Oeste catarinense. Seu José estava indo buscar uma cesta básica quando se deparou na rua com os documentos e dinheiro de Ivo Mazzuco.

“Dinheiro toda vida é bem-vindo, mas desse tipo assim, não. Eu sou honesto, trabalhador, não preciso disso. A consciência pesa mais do que qualquer coisa que você fizer”, conta o pedreiro sobre a experiência.

José Adilson encontrou uma carteira com R$ 12 mil na rua e devolveu ao dono. Ele lembra que foi ao trabalho normalmente na manhã de terça-feira (25) e, depois, voltou para casa para almoçar. No caminho de volta para seu serviço, passou primeiro na escola da filha para buscar uma cesta básica. Assim, viu a carteira no chão.

Foto: Ivo Mazzuco/ Arquivo pessoal

O pedreiro contou também que reconheceu o dono por meio das fotos e nome dos documentos. Uma câmera de segurança em frente a um ferro-velho, no bairro Bom Jesus, registrou o momento.

José tirou a conclusão de que poderia se tratar do antigo dono de um mercado, Ivo Mazzuco, que ele frequentava na cidade vizinha de Frei Rogério. Como conhece alguns moradores na região, acionou os contatos para ver como conseguiria contatá-lo.

Mazzuco percebeu que havia esquecido o dinheiro e a carteira no ferro-velho quando foi comprar algumas peças. Ele voltou ao estabelecimento, verificou nas imagens da câmera de segurança que o pedreiro havia encontrado o objeto. Logo as buscas mútuas deram certo e a carteira estava na mão do dono.

À esquerda, Ivo Mazzuco, o dono da carteira. À direita, José Adilson Ferreira, que encontrou o dinheiro e foi atrás do dono — Foto: Reprodução/ Redes sociais

“Tinha todos os meus documentos, cheques e dinheiro. Realmente ele não tinha retirado nada. Eu dei uma gratificação para ele, mas ele não fez muita questão de pegar, tive de insistir. Graças a Deus deu tudo certo. Agradeço o rapaz por devolver tudo”, disse Mazzuco.

Com informações de G1

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES




COMENTÁRIOS




CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.