Pastor alemão foi demitido da polícia por ser muito carinhoso. Ele prefere brincar!

Ele não gostava de perseguir os criminosos, se divertia muito mais quando caçava pássaros!

Ana Carolina Conti Cenciani

O caminho de um cão para se tornar um policial também tem suas diretrizes bem estabelecidas. Mas, algumas vezes, os cãezinhos que são criados para tal acabam não seguindo os padrões de um bom cão policial. Foi o que aconteceu com Ozzie, um filhote de cachorro que foi demitido por ser excessivamente afetuoso. Embora à distância vejamos um sério e poderoso pastor alemão, de perto ele é puro amor.

Isso não acontece apenas com os cães policiais. Diversas raças como rottweilers e pit bulls, que são vistas como “agressivas”, ás vezes possuem mais capacidade de amar do que intimidar.

Ozzie é nativo de Queensland, na Austrália e foi treinado pela polícia desta cidade desde seu nascimento, mas quanto mais eles lhe davam instruções, mais ele deixava claro que não era coisa dele. Ele não gostava de perseguir os criminosos, se divertia muito mais quando caçava pássaros.

Incrivelmente, depois de deixar a polícia, foi exatamente nisso que ele conseguiu um emprego. Ele agora está perseguindo pássaros no aeroporto de Brisbane, na Austrália, uma tarefa que pode parecer boba, mas é fundamental. Um exemplo disso é visto no filme “Sully: Um feito no Hudson”, estrelado por Tom Hanks. Um caso da vida real em que um bando de pássaros causou uma falha no motor de um avião.

Ozzie mora com seu treinador Jackson Ring, que habilmente conseguiu trazer o melhor do peludo.

“Ozzie não tinha as características necessárias de um cão policial, mas ele é perfeito para o seu trabalho atual, que é introduzir um predador no ambiente do aeroporto. Sua prioridade na vida é sua bolinha bola e nada mais importa. No entanto, seu amor pelas bolinhas é perfeito para nós. Ozzie é capaz de correr para todos os lados em busca do brinquedo, espantando assim os pássaros”, conta o treinador.

Embora ele não seja um oficial, ele continua a salvar vidas! Uma figura!

 

Com informações de UPSOCL

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Ana Carolina Conti Cenciani
Ana, 19 anos, estudante de Artes Visuais na UNESP de Bauru. Trago aqui notícias que são boas de se ler.