Valdoir Martins, o condutor do ônibus que tombou na rodovia Régis Bittencourt, no interior de São Paulo, em acidente que tirou a vida do cantor Aleksandro, da dupla com Conrado, relatou à Polícia Civil que o para-choque do veículo se soltou devido a um desnível na estrada, e rasgou um dos pneus. Por esse motivo, ele perdeu o controle da direção do veículo.

Segundo informações da Record TV, o motorista prestou depoimento no pronto-socorro de Juquiá, no Vale do Paraíba, interior de São Paulo, onde foi hospitalizado.

O veículo saiu da pista, caiu no canteiro central e tombou. As declarações do condutor batem com as informações passadas pelo segurança da banda, que estava próximo ao motorista no momento do acidente.

Valdoir Martins, que conta com 32 anos de experiência na profissão, disse às autoridades que estava respeitando a velocidade de 80 quilômetros por hora, não fazia ultrapassagem no momento do acidente e não estava chovendo.

Ainda de acordo com informações da Record TV, Valdoir não é o motorista titular da banda, que estava descansando no momento da tragédia. O motorista não sofreu ferimentos graves.

As outras vítimas do acidente, que também foram atendidas no pronto-socorro de Juquiá, prestaram depoimento na delegacia de Miracatu, cidade vizinha, na noite deste sábado (7), a fim de esclarecer a dinâmica do acidente.

***
Redação Conti Outra, com informações de R7.
Foto destacada: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM @CONRADOEALEKSANDRO

.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.