Papa Francisco manifesta apoio a união civil entre pessoas do mesmo sexo: “São filhos de Deus”

"Os homossexuais têm o direito de ter uma família. Eles são filhos de Deus. [...] O que precisamos ter é uma lei de união civil, pois dessa maneira eles estarão legalmente protegidos.", disse o pontífice.

REDAÇÃO CONTI outra

O Papa Francisco mais uma vez surpreendeu o mundo com o seu olhar sobre questões que permeiam a vida em sociedade. Em entrevista para o documentário “Francesco”, que estreou no Festival de Cinema de Roma nesta quarta-feira (21), ele demonstrou seu apoio às uniões civis entre pessoas do mesmo sexo.

“Os homossexuais têm o direito de ter uma família. Eles são filhos de Deus”, disse o pontífice. “O que precisamos ter é uma lei de união civil, pois dessa maneira eles estarão legalmente protegidos.”

O documentário que traz essa histórica fala do Papa Francisco também joga luz sobre outras questões que o preocupam, como meio ambiente, pobreza, migração, desigualdade racial e de renda, e aqueles mais afetados pela discriminação.

Quando ainda era arcebispo de Buenos Aires, Francisco apoiava as uniões civis para casais homossexuais como alternativa ao casamento homossexual, como bem informou o jornal Estadão. A publicação lembra, entretanto, que esta é a primeira que ele se pronuncia a favor das uniões civis entre pessoas do mesmo sexo desde que foiescolhido como Papa.

O posicionamento do Papa Francisco rendeu elogios do padre James Martin, considerado o jesuíta que mais se empenhou para construir pontes para os gays na Igreja. “um grande passo adiante no apoio da Igreja à comunidade LGBT. […] O pronunciamento do papa em favor das uniões civis também é uma mensagem forte para lugares onde a Igreja se opôs a essas leis”, disse o padre em um comunicado.

***

Redação CONTI outra. Com informações de Estadão

Imagem de capa: Angelo Cardoni- EFE

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




REDAÇÃO CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.