Sabemos que animais silvestres não devem ser domesticados, tanto pelo perigo de que seus instintos de caça acabem por colocar em sério risco os humanos com quem convivem quanto pelo fato de que o melhor lugar para eles sempre será o seu habitat natural. Entretanto, há de se considerar as excessões, como no caso de animais que nascem e crescem em cativeiro e por isso não conseguiriam se adaptar facilmente à vida na selva.

Esse é o caso de uma pantera negra que, como consequência das circunstâncias, acabou sendo criada por um humano
e seu cão, a quem o felino considera seu melhor amigo.

A pantera Luna, animal de beleza extraordinparia, nasceu em um zoológico na Sibéria, mas infelizmente foi rejeitada por sua própria mãe imediatamente após o nascimento. Os cuidadores não demoraram a perceber que ela não era alimentada e passava as noites exposta ao frio. Suas chances de sobrevivência eram muito pequenas.

Foi então que Victoria Rovskaya, uma mulher com experiência na criação de animais exóticos, se ofereceu para levar Luna para casa, para que ela fosse criada com ela e com seu amado cão Venza, um simpático Rottweiler.

[td_block_ad_box spot_id=”custom_ad_2″

Victoria tinha fé de que se ela criasse Luna desde filhote, poderia ensiná-la a ser calma, brincalhona e amigável com os seres-humanos. A ambientação foi feita aos poucos e a mulher não quis apresentar Venza e Luna imediatamente, até que concluiu que a pantera tinha um comportamento quase exemplar.

No dia em que o cachorro e a pantera fizeram contato, tornaram-se grandes amigos e passaram a sair para correr juntos, desfrutando dos lindíssimos campos floridos da Sibéria. Embora Luna tenha sido criada inteiramente no país, existem características instintivas que ela não pode evitar, como perseguir pássaros ou subir em árvores.

[td_block_ad_box spot_id=”custom_ad_2″

Victoria, como uma boa especialista em animais, sabe que cuidar de Luna não é fácil. As panteras têm uma dieta muito diferente da dos cães e precisam de várias vitaminas importantes para manter todas as suas funções saudáveis.

[td_block_ad_box spot_id=”custom_ad_2″

Com o tempo, a mulher foi postando as aventuras de Luna e Venza em um canal do YouTube, onde mostra como os dois animais convivem em perfeita harmonia, além de compartilhar o crescimento deles é ao longo dos meses.

Tanto no inverno quanto no verão, Luna e Venza desfrutam do campo aberto. Quando está calor e a terra floresce, eles adoram sair para brincar juntos por horas. Quando o frio da Sibéria chega, eles demoram alguns minutos para se rebocar na neve.

[td_block_ad_box spot_id=”custom_ad_2″

Victoria sem dúvida fez um excelente trabalho criando Luna, que já se tornou parte da família. A mulher espera continuar a vê-la crescer até à idade adulta, com a esperança de que possa viver uma vida tranquila, feliz e acima de tudo rodeada de amor.

***
Redação Conti Outra, com informações de UPSOCL.
Fotos: Moon_the_pantera.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.