Em publicação realizada em rede social hoje, 30 de janeiro, o tutor Reinaldo mostra imagens do reencontro após 45 dias de buscas.

Pandora havia desaparecido durante uma conexão de um voo da Gol de Recife para Navegantes, em 15 de dezembro, no próprio Aeroporto de Guarulhos, onde foi reencontrada.

Segundo as publicações divulgadas pela mídia, a cachorra foi encontrada por empregados do Terminal 3 do Aeroporto Internacional de Guarulhos.

“Ela está muito magra. Está desnutrida, debilitada, e eu também estou que nem ela. Não tenho nem o que falar, o importante é que achamos”. A declaração foi feita pelo pernambucano Reinaldo Junior, momentos depois de abraçar a cachorra Pandora.

A primeira a reencontrar pandora foi a mãe de Reinando.
Pandora não se aguenta de alegria ao ver seu “pai”.
Unidos novamente.

As circunstâncias em que a cachorra foi encontrada ainda não foram informadas.

Segue, abaixo, a publicação de Reinaldo no Twitter:

 

“Eu perdi tudo. Perdi minha cachorra, meu emprego, minha viagem e 16 quilos nessa busca por Pandora. Ela ficou debilitada de um lado e eu do outro. Mas o importante é que ela está de volta comigo”, declarou Reinaldo.

Agora é hora de matar as saudades!

Foto: Reprodução/Instagram

 

***

Com informações de G1 e Veja SP 

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.