A rede social Reddit é um espaço no qual os usuários podem divulgar links, imagens ou textos, que recebem uma avaliação positiva ou negativa dos demais usuários. Por lá abundam consteúdos dos mais diversos, desde teorias de fãs sobre filmes, séries e livros a relatos emocionantes, curiosos, ou muitas vezes bizarros.

No geral, os conteúdos postados no Reddit são recebidos pelos outros usuários com respostas bem-humoradas e memes, mas uma imagem postada recentemente na rede por alguém cujo login é u/renaissance_witch rendeu muitas críticas. Trata-se da foto de uma bebê de apenas dois meses com unhas compridas feito garras.

Muitos internautas se revoltaram com a imagem e deixaram sua opinião nos comentários do conteúdo. A principal objeção era o quão perigoso pode ser para um bebê ter unhas tão afiadas:

“Minha esposa e eu acabamos de ter um bebê. E não dá pra contar nos dedos das mãos o número de vezes que vi o bebê machucar o rostinho e acabar chorando. Na maioria das vezes, colocamos luvinhas nele. Ver esta foto me faz pensar: esta mulher não amamenta? Eu regularmente ouço minha esposa gritando de dor por causa das unhas do bebê, mesmo quando ele está usando luvas.”, escreveu um usário.

Outra pessoa opinou de forma semelhante:

“Como pai, cortei as unhas dos meus dois filhos desde o nascimento, principalmente porque a mãe tinha medo de fazê-lo. Isso só pode ser algum tipo de piada. É uma perda de tempo na minha opinião, mas de jeito nenhum alguém inteligente poderia fazer isso.”

Alguns poucos concordaram com a decisão “glamorosa” de deixar as unhas de um bebê assim. E mesmo os poucos que o fizeram, foram rapidamente desmascarados como pessoas que só queriam causar uma confusão.

E você, o que achou da decisão desses pais?

***
Redação Conti Outra, com informações de UPSOCL.
Foto destacada: Reprodução/Reddit – user: renaissance_witch

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.