Pai sírio inventa jogo para que sua filha não tenha medo do barulho das bombas

Rindo para espantar o medo: No intuito de preservar a filha dos horrores da guerra, esse pai criou um jogo simples, no qual a pequena tem que dar risada toda vez que ouve uma explosão. Assim ela não sentirá medo.

REDAÇÃO CONTI outra

Imagine ser pai de uma criança pequena em um país que vive uma violenta guerra civil. Pois é esta a situação de Abdullah Al-Mohammad. Para distrair a filha Selva, de quatro anos, das bombas rotineiras que são lançadas em Idlib, na Síria, ele inventou um jogo simples, mas funcional.

O jogo criado por Al-Mohammad é bem simples. A ideia é que a pequena dê risada toda vez que ouvir uma explosão para não sentir medo.

O pai e sua família foram obrigados a fugir de casa por causa da guerra civil na Síria.
Toda vez que uma bomba cai, Abdullah pergunta: “É um avião ou é uma bala?”. “Uma bala”, responde a filha nas imagens. “Sim, e quando ele o fizer, riremos”, diz o pai.

Em entrevista para a Sky News, ele revelou que a filha não entende o que é guerra e eu a faz acreditar que os ruídos provêm de armas de brinquedo. “Decidi ensinar à Selva esse jogo para impedir que seu estado psicológico desmoronasse. Tento impedir que ela seja afetada por doenças relacionadas ao medo”, completou.

O jogo de Al-Mohammad foi postado no Twitter e rapidamente viralizou. Muitas pessoas se dizem comovidas com a disposição do pai em preservar na filha a doçura e a inocência que a guerra insiste em lhe roubar.

Redação CONTi outra. Com informações de Uol

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




REDAÇÃO CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.