Em 2016, Bingo Allison tinha 29 anos, era um homem casado com mulher, pai de três filhos e já atuava como padre na cidade de Liverpool, na Inglaterra, quando se declarou uma pessoa não binária.

Ao portal Liverpool Echo, Bingo contou que sua criação se deu em um meio bastante conversador e, por isso, acreditou por muito tempo que pessoas LGBTQIA+ deveriam ser condenadas ao inferno. Porém, sua concepção mudou depois que leu Gênesis, mas especificamente o capítulo 1, versículo 27 no trecho que diz: “masculinidade para a feminilidade”.

“Eu estava rezando no meio da noite quando percebi que talvez precisasse virar minha vida ‘de cabeça para baixo’. Foi uma experiência espiritual de aprofundamento, senti corretamente que Deus estava me guiando para esta nova verdade sobre mim mesmo”, relatou.

Quando Bingo revelou para a família o seu “despertar” para uma nova identidade de gênero, sua esposa encarou a novidade com espanto.

“Foi difícil para minha esposa começar a entender, obviamente. Você se casa com o que pensa ser um cara hétero e, de repente, as coisas são mais complicadas do que isso. Mas eu gostaria de acreditar que você se casa com a pessoa que alguém se torna e com quem ela é”, justificou.

Bingo contou também que sempre teve conversas com os filhos sobre pessoas transgênero e travestis, então a mudança de gênero do pai não foi algo tão impactante para eles.

“Sou casado, tenho três filhos e foi muito importante assumir para eles, dar algum tempo para que eles me entendessem antes de eu emergir no mundo. Meus filhos são pequenos e, quando você é pequeno, aceita a maioria das coisas e eles são adoráveis ​​com isso. Nós os ensinamos sobre pessoas trans antes de eu me assumir, então não era uma coisa completamente estranha para eles”, lembrou.

***
Redação Conti Outra, com informações do Isto É e IG.
Capa: Reprodução.







LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES



As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.