Uma gravação de ocorrência foi divulgada pela Polícia Militar para a TV TEM. O áudio é de uma moradora de Andradina (SP) que ligou para o 190 e fingiu pedir uma pizza para denunciar um caso de violência doméstica. A mulher estava sendo ameaçada pelo parceiro, que fugiu assim que o carro da polícia chegou no local.

Segundo a Polícia Militar, a ocorrência foi registrada na noite de terça-feira (25). Na ligação é possível perceber que o atendente percebeu pela insistência da mulher que algo ali estava errado e continuou a conversar com ela. Não se tratava de um trote, nem de engano, mas sim de um pedido de socorro. Assim, o responsável encaminhou uma equipe.

Quando os policiais chegaram ao local, encontraram o suspeito na frente da casa. Assim que viu a viatura, o homem conseguiu fugir. Buscas foram feitas pelo bairro, mas o homem não foi localizado.

A PM também divulgou que a vítima foi até a equipe e contou que o homem fez ameaças de morte dirigidas a ela e aos filhos.

A mulher também solicitou que os policiais checassem a motocicleta que o homem havia deixado na casa. A equipe constatou que era produto de furto. A ocorrência foi registrada como ameaça, violência doméstica, localização e apreensão do veículo.

Suspeito de violência doméstica foi preso em Andradina (SP) — Foto: Divulgação

Veja a transcrição da ligação:

Atendente: “Polícia Militar, emergência.”
Vítima: “Boa noite, tem como vocês entregarem uma pizza, fazendo o favor?”
Atendente: “A senhora está ligando para a Polícia Militar.”
Vítima: “Eu sei. Andradina.”
Atendente: “Qual o seu nome?”
Vítima: “Não.”
Atendente: “Tem alguém armado aí? Faca?”
Vítima: “Mais ou menos. Traz uma pizza de…”
Atendente: “Você precisa de socorro médico ou não?”
Vítima: “Não.”
Atendente: “Ok, foi cadastrada a ocorrência.”
Vítima: “Obrigada.”
Atendente: “Disponha.”

O áudio aparece na reportagem abaixo:

Com informações de G1

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.