A onça-parda, ou também conhecida como suçuarana, foi vista pela última vez no Rio de Janeiro, no ano de 1936. A espécie foi considerada extinta por quase um século, mas, o felino voltou a habitar a região.

Um indivíduo da espécie foi avistado em junho de 2020, no Sítio Burle Marx, no Rio de Janeiro. Os especialistas ficaram admirados com o caso e estiveram estudando a área desde então. Suas conclusões foram publicadas recentemente na revista científica Check List.

Foto: Giselda Person / TG

Um dos cientistas que participou da pesquisa, Jorge Pontes, explicou que o objetivo era descobrir se o avistamento do animal era um caso isolado, ou se a espécie de fato podia deixar de ser considerada extinta.

Foto: Michael Durham

E a notícia é muito boa: depois da análise de pegadas e arranhões deixados em árvores, foi possível concluir que o felino está presente também no Parque Estadual do Mendanha, no Parque Estadual da Pedra Branca e ainda na Reserva Biológica de Guaratiba.

“A onça-parda tem uma capacidade elevada de adaptação em ambientes modificados, inclusive se deslocando dentro de áreas totalmente urbanizadas para procurar abrigo, alimentação e água”, contou ainda Pontes, pela revista Veja.

 

Com informações de Aventuras na História 

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







Ana, 20 anos, estudante de Artes Visuais na UNESP de Bauru. Trago aqui matérias que são boas de se ler.