O elefante mais solitário do mundo deixa o zoológico para finalmente ser livre

Após 35 anos em cativeiro, este lindo animal poderá desfrutar de sua liberdade.

REDAÇÃO CONTI outra

Kaavan é um elefante asiático que vive no Zoológico Marghazar, na capital do Paquistão, Islamabad, desde 1985. Durante anos ele teve um parceiro, que faleceu em 2012. Devido a este e outros problemas, ele tem lutado continuamente contra a solidão, que causou um grande impacto mental e físico no animal.

Ativistas de todo o mundo se concentraram e trabalharam durante anos para pressionar as autoridades paquistanesas pela libertação de Kaavan. Agora, depois de um longo e infeliz encarceramento, o elefante será transferido para um lugar melhor.

Martin Bauer, porta-voz da organização internacional de bem-estar animal Four Paws, explicou que o elefante recebeu autorização médica para viajar, após um exame médico completo no zoológico em 4 de setembro.

Seu destino exato é desconhecido até agora, mas Kaavan provavelmente irá para o Camboja, onde terá condições mais adequadas e uma companhia amigável com outros elefantes.

“Depois das verificações, que confirmaram que Kaavan é forte o suficiente, medidas serão tomadas para finalizar sua transferência para um santuário animal no Camboja”, disse Bauer em uma entrevista à AP.

Kaava teve uma vida desconfortável no zoológico. Por décadas ele morou em um pequeno complexo, além disso, seus estudos médicos revelaram que ele estava acima do peso, apesar de apresentar sinais de desnutrição. Seus cascos estavam rachados e crescidos demais depois de anos de caminhada no chão, machucando seus pés.

“Ele também desenvolveu um movimento repetitivo, o que significa que ele move a cabeça de um lado para o outro por horas. Isso ocorre principalmente porque ele está entediado”, disse Bauer.

04 September 2020, Pakistan, Islamabad: An elephant named Kaavan walks in his enclosure at the Islamabad Zoo. Kaavan made the headlines years ago because of the poor conditions in which he was kept. Now the elephant is soon to be taken to a sanctuary in Cambodia. Photo: Arne Bänsch/dpa

A Suprema Corte do Paquistão ordenou o fechamento do Zoológico Marghazar devido às suas terríveis condições, causadas por uma administração negligente.

Enfim Kaavan poderá ter uma vida melhor, cheia de conforto, companhia, boas condições e acima de tudo liberdade. Isso é o mínimo que qualquer animal merece.

***

Redação CONTI outra. Com informações de Nation

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




REDAÇÃO CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.