É sempre devastador constatar que muitos dos profissionais brilhantes que estiveram na linha da frente da batalha contra o coronavírus acabaram sucumbindo à doença. Uma dessas pessoas é o enfermeiro Massimo Colombi, que faleceu recentemente. Até o último momento, esteve emprenhado em salvar vidas.

Massimo Colombi foi um dedicado enfermeiro italiana que lutou para levar mais humanidade para as salas de atendimento dos hospitais espanhóis durante a pandemia. Seu sonho era ver o mundo triunfar sobre a COVID-19, mas infelizmente não pode ser assim. A sua morte foi notificada na manhã desta terça-feira, 15 de dezembro.

O enfermeiro ficou conhecido na Espanha ao liderar a campanha “O direito a dizer adeus”, que visa que pacientes terminais de COVID-19 possam se despedir de seus familiares e, assim, ter uma morte mais digna.

O projeto teve amplo apoio dos setores sindicais e o direito de dizer adeus já está quase sendo implementado na Espanha, tudo graças a enfermeiros como Massimo, que promoveram a proposta em abril deste ano. Hoje, pacientes que não podem se despedir de seus familiares pessoalmente devido ao alto congestionamento nas UTIs de hospitais podem fazer isso usando um tablet ou telefone celular, o que é significativamente mais humano do que deixá-los morrer completamente sozinhos.

Massimo, que serviu por 11 anos no Hospital Regional de Málaga, deixou esposa e dois filhos. Seus colegas prestaram uma grande homenagem a ele após sua partida.

Uma semana antes da sua morte, o enfermeiro italiano promoveu uma campanha de Natal apelando aos ouvintes de muitas rádios locais para que se cuidassem neste Natal, porque o mais importante não é salvar o Natal, mas salvar uma vida.

***
Redação Conti Outra, com informações de UPSOCL.
Fotos: Hospital Regional de Málaga.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.