O filme ‘Lightyear‘, derivado da franquia de sucesso “Toy Story”, da Pixar, foi banido de três países do Oriente Médio: Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos e Malásia. O motivo é por uma cena da animação que mostra um beijo entre duas pessoas do mesmo gênero, como informou a Variety.

A cena, que mostra uma personagem lésbica chamada Alisha iniciando uma família com sua parceira, foi originalmente censuarada do filme pela Disney, mas foi reestabelecida depois que os animadores da Pixar se manifestaram contra o corte em uma carta aberta que denunciava que a Disney havia exigido cortes, censurando “afeição abertamente gay”.

Inicialmente, o filme teve sua exibição aprovada nos Emirados Árabes Unidos, onde as restrições de censura estão diminuindo. No entanto, a licença para exibição do filme no país foi revogada depois que grupos religiosos realizaram protestos nas redes sociais acusando a Disney e o filme de insultar os muçulmanos e o Islã.

Na nova produção da Pixar, Alisha Hawthorne, grande amiga de Buzz Lightyear inicia uma missão sideral para resgatar a esposa em perigo. “Lightyear” tem sua estreia no Brasil prevista para a próxima quinta-feira com dublagem de Marcos Mion.

***
Redação Conti Outra, com informações de Splash/UOL.
Imagem de capa: Disney/Pixar.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.