Nova Zelândia anuncia alta do último caso ativo de coronavírus no país

Sob o comando da primeira-ministra Jacinda Ardern, a Nova Zelândia se tornou um exemplo de resposta rápida e assertiva à pandemia de coronavírus. O país não registra um novo caso há 17 dias.

REDAÇÃO CONTI outra

Autoridades de saúde da Nova Zelândia anunciaram nesta segunda-feira, 8, que o país não tem casos ativos de coronavírus. O anúncio foi feito depois que o último paciente com Covid-19 recebeu alta,. Pra o diretor geral do ministério da Saúde, Ashley Bloomfield, a notícia sinaliza um êxito do qual todo o país deveria se orgulhar.

“Não ter casos ativos pela primeira vez desde 28 de fevereiro é, sem dúvida, um marco importante em nosso caminho, mas, como afirmamos anteriormente, será essencial manter a vigilância contra a Covid-19”, destacou em um comunicado.

O país comandado pela primeira-ministra Jacinda Ardern têm recebido muitos elogios pela sua rápida e assertiva resposta à pandemia de coronavírus. Por lá, foi decretado um confinamento estrito de sete semanas até maio.

Com uma população de cinco milhões de habitantes, a Nova Zelândia registrou 1.154 casos confirmados e 22 óbitos.

Já faz 17 dias desde o último registro de novos casos no país. Desde a semana passada tinha apenas um caso ativo. “O último caso não tinha sintomas há 48 horas e foi considerado curado”, afirmou o ministério da Saúde.

***

Imagem de capa: PRIMEIRA-MINISTRA DA NOVA ZELÂNDIA, JACINDA ARDERN. FOTO: AFP

Redação CONTI outra. Com informações de Carta Capital

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




REDAÇÃO CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.