Estamos cada vez mais conscientes da importância de quebrar as desigualdades socioeconômicas, de identidade, de gênero e raciais… e para o bem comum temos consciência de que é fundamental educar nos valores da igualdade.

Os brinquedos são parte fundamental do desenvolvimento e aprendizagem de qualquer criança e, por isso, devem apostar na diversidade e na inclusão social. Para tanto, há alguns anos grandes empresas como a Mattel vêm projetando bonecas Barbie que representam mulheres de todas as etnias, formas, tamanhos e até profissões.

A última coleção de bonecas Barbie da marca foi desenhada em colaboração com a estilista e consultora criativa das Bermudas Shiona Turini.

“Cresci obcecada pela Barbie e, embora ela tenha sido um dos meus primeiros ícones da moda, lembro-me claramente de procurar nas prateleiras por uma boneca que se parecia comigo e voltar de mãos vazias. A primeira Barbie preta foi lançada em 1980 e ela tinha um vestido vermelho brilhante e um pente afro no cabelo”, diz Turini.

Turini decidiu homenagear a Barbie negra original reinterpretando-a na nova série. Ela também adicionou uma série de novas bonecas à coleção, que foi projetada para celebrar a diversidade da cultura afro-descendente.

As Barbies Turini vêm em uma ampla variedade de tons de pele e estilos de cabelo, incluindo tranças, Afros e fios ondulados. Para suas roupas, Turini desenhou uma coleção de roupas vermelhas inspiradas na Barbie preta original.

Para outra coleção, ela se inspirou nas roupas que desenhou para Queen & Slim, filme em que trabalhou ano passado. “Quando eu estava trabalhando no filme Queen & Slim, o visual de ‘herói’ para mim incluía uma mistura de estampas de pele de cobra e tigre na mesma roupa”, diz Turini.

“O contraste dos dois padrões subverte completamente as expectativas, e eu estava animada para usar a mesma fórmula em peças como as botas altas da Barbie para quebrar o molde tradicional das bonecas com as quais eu cresci brincando.”

***
Redação Conti Outra, com informações de Cultura Inquieta.
Fotos: Divulgação.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.