Nos EUA já é possível adotar filhotes que falharam no treinamento do governo por serem ‘fofos demais’

Eles reprovaram no teste para trabalharem no sistema de segurança do Governo dos Estados Unidos por conta de sua natureza dócil, mas com certeza seriam aprovados com sucesso em qualquer teste de fofura.

CONTI outra

Para as pessoas que querem adotar um cão pastor alemão, um labrador retriever ou um pastor Belga, já é possível escolher entre lindos filhotes que são dóceis e despreocupados demais, a ponto de serem reprovados no treinamento para trabalhar no governo dos EUA.

A Transportation Security Administration (TSA) organizou um programa de adoção para encontrar novas casas e famílias para filhotes que não são adequados para os trabalhos de segurança para os quais são treinados.

O excesso de gentileza desses adoráveis “bebês” os tornou inaptos para o trabalho, mas aptos à adoção, desde que o candidato à adoção atenda a requisitos mínimos. Os interessados ​​podem enviar um pedido no site do TSA. Entre os requisitos exigidos estão: Não ter planos de se mudar dentro dos próximos 6 meses, ter um quintal totalmente vedado e capaz de satisfazer às necessidades do cachorrinho, como acontecia no treinamento, exercício diário, atenção médica adequada e claro, muito amor.


Os candidatos terão que viajar para San Antonio, Texas, para conhecer o filhote que desejam adotar e levá-los para sua nova casa. Eu sei, ficou com vontade de comprar sua passagem agora mesmo pra adotar um desses nenéns, não é mesmo? Cachorrinhos, quem resiste?!

***

Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Nation.
Foto destacada: Reprodução/Nation.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.