Noiva se casa em asilo para que sua mãe pudesse estar em seu casamento. Foi uma cena linda!

“Éramos apenas 10 pessoas no jardim, mas a celebração à nossa volta foi incrível. Tudo isso aconteceu organicamente, não planejamos que nada disso acontecesse", conta a noiva Robyn.

Ana Carolina Conti Cenciani

Se algo estava claro para Robyn Roberts-Williams, era que ela queria se casar e que sua mãe, Dorothy Roberts, iria lhe acompanhar no dia tão especial.

Dorothy mudou-se para o Centro Isabella de Enfermagem e Reabilitação em Washington Heights, Nova York, Estados Unidos, há 13 anos. Sua filha a visita todas as semanas, mas quando a pandemia atingiu o mundo, eles tiveram que fazer grandes mudanças em suas visitas. Robyn teve que sentar do lado de fora no jardim da instalação e conversar com sua mãe através de uma janela.

A pandemia também atingiu Robyn em outro aspecto: seu casamento. Junto com seu noivo Tim Williams, eles planejavam se casar em 2021, mas com a pandemia tudo ficou incerto, então eles decidiram que não havia tempo como agora para se casar. Um dia, quando Robyn estava visitando sua mãe, ela olhou para o jardim e teve uma ideia.

“Assim que vimos o local onde poderíamos fazer a visita na janela, dissemos que seria um lugar perfeito para uma pequena cerimônia. Algumas pessoas, alguns membros da família, e era aquilo”, conta Robyn.

Facebook MJHS Health System

Robyn falou com a Diretora de Recreação Terapêutica, Jessica Garcia-Robinson, que estava ansiosa para realizar o tão desejado casamento. “A família dela é como a nossa. Honestamente, foi um privilégio ter feito isso por eles”, disse Jessica.

Facebook MJHS Health System

Depois de passarem por todos os obstáculos burocráticos para obter a aprovação do estado, Robyn rapidamente preparou tudo para a cerimônia em apenas um mês. E todo o esforço valeu a pena. O casamento aconteceu no aniversário de Robyn, eles disseram ‘sim’ rodeados por alguns membros da família enquanto Dorothy sorria para eles de dentro da janela.

“Naquele dia foi meu 52º aniversário e este é meu primeiro casamento. Minha oração sempre foi minha mãe estar presente no meu casamento. Mesmo quando eu ia para a casa de repouso, era sempre que minha mãe estaria no meu casamento de qualquer jeito”, comentou a noiva.

Facebook MJHS Health System

“Então, para ver o rosto dela ali nas janelas, e tê-la mentalmente presente, fisicamente presente e tão animada. Foi simplesmente incrível”, acrescentou.

Embora a lista de convidados fosse pequena, a notícia do casamento na casa de repouso se espalhou pela comunidade unida de Washington Heights. Robyn e Tim saíram do jardim para saudações e votos de boa sorte de pessoas que moravam em prédios de apartamentos próximos, carros e na rua.

“Éramos apenas 10 pessoas no jardim, mas a celebração à nossa volta foi incrível. Tudo isso aconteceu organicamente, não planejamos que nada disso acontecesse”, completa Robyn.

Facebook MJHS Health System

Com informações de UPSOCL

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Ana Carolina Conti Cenciani
Ana, 19 anos, estudante de Artes Visuais na UNESP de Bauru. Trago aqui notícias que são boas de se ler.