National Geographic premia cientista colombiana por combater o comércio ilegal na Amazônia

Uma mulher ecologista que tem se dedicado a liderar a conservação do ecossistema na América Latina! Parabéns e muito obrigado!

Ana Carolina Conti Cenciani

O nome da merecedora é Ángela Maldonado, uma mulher ecologista que tem se dedicado a liderar a conservação do ecossistema na América Latina, especificamente no que diz respeito ao tráfico ilegal de animais silvestres na Amazônia colombiana e peruana.

Infelizmente a natureza está em constante perigo: ambição econômica, destruição e inconsciência são alguns grandes motivos. É neste ponto que o trabalho dos ativistas é absolutamente necessário e vital, eles lutam abnegadamente para proteger o nosso planeta. Alguns dedicam a vida inteira, muitas vezes sem serem reconhecidos.

Recentemente, a National Geographic premiou a destacada cientista colombiana Ángela Maldonado, por sua incessante luta contra o tráfico e comércio ilegal de animais na Amazônia. Sem dúvida, é um prêmio mais do que merecido. Parabéns! O planeta aprecia isso.

Aqui está um vídeo onde a ecologista explica seu trabalho:

Ela é diretora da Fundação Entropika em Letícia (Amazonas). Segundo Maldonado, o tráfico ilegal de espécies é um dos grandes problemas para a manutenção do meio ambiente.

A Fundação Entropika é uma ONG de base com sede em Leticia, capital da Amazônia colombiana. Desde 2007, a ONG se dedica à conservação de longo prazo da biodiversidade na área da tríplice fronteira amazônica entre a Colômbia, o Brasil e o Peru.

Ángela, atualmente é reconhecida mundialmente, com uma experiência de mais de 20 anos, onde conduziu diversas investigações. Junto com ela, o NatGeo premiou outros 8 líderes de destaque, em diferentes áreas.

Em 2010, Maldonado também recebeu o Whitley Gold Award, popularmente conhecido como “Oscar Verde”. Além disso, a cientista também foi classificada entre os 100 colombianos mais influentes na sociedade.

María José Bermúdez/ Entropika

 

Reconhecer o trabalho de ativistas, ambientalistas e organizações é muito importante para continuar lutando. É uma forma de agradecer, em nome do nosso planeta, tudo o que fizeram.

Muito obrigado!

 

 

Com informações de UPSOCL

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Ana Carolina Conti Cenciani
Ana, 19 anos, estudante de Artes Visuais na UNESP de Bauru. Trago aqui notícias que são boas de se ler.