Não se demore nas tristezas. A vida pede mais que isso!

Perca pouco de seu tempo parado na tristeza. Fique somente o tempo necessário para que cicatrizar e poder avançar. Espere somente o tempo para assimilá-la. Mais nada.

Perca pouco de seu tempo parado na tristeza. Fique somente o tempo necessário para que cicatrizar e poder avançar. Espere somente o tempo para assimilá-la. Mais nada. Assim, você poderá sair dela com amadurecimento e armadura bem-feita. Se ficar tempo demais, suas energias são consumidas. A tristeza deixa de te ensinar e  te faz refém. Ela te sequestrará se você não for capaz de largá-la no tempo certo.

Também não replique notícias tristes como quem perde um coração a cada uma delas. Isso não é prova de sensibilidade. Ao contrário, é uma demonstração de fraqueza, e isso não é bom. Sofra só o que for necessário. Nem mais nem menos. Dedique-se o suficiente para que você tenha forças para erguer uma prece. Ou para que sua mente seja capaz de canalizar esperança e seguir em frente.

A tristeza só te ensina se você tiver disponibilidade para aprender. Nem todos sabem sofrer. Noites em claro e jejum forçado são péssimas companhias. E o desespero não tem capacidade para apontar caminho algum. É de calma e mansidão que se precisa. Pra recobrar o ânimo e colar os cacos. O autocontrole precisa estar presente.

Tristeza não deve ser bagagem constante para essa longa viagem que é a vida. Deve ser, no máximo, uma companheira de viagem que encontramos pelo caminho mas que não fica conosco por todo o tempo. É esperado que ela desça no próximo ponto, quando o ânimo embarcar. Aceite esta separação e faça questão de que ela aconteça. Não se apegue. Aprenda as lições que o sofrimento veio ensinar e despeça-se! A vida segue seu curso, e na próxima curva, se descerrarão novidades capazes de te fazer recomeçar. Se não for impossível apagar as memórias dolorosas, crie um espaço e deixe-as ali, guardadas. Mas não precisa ficar revolvendo de tempos em tempos. O que aconteceu foi inevitável, mas precisa ser superado.

Levantar e sacudir a poeira deve ser um lema de vida. O que lhe causou sofrimento esteve em seu passado, mas não há necessidade alguma de arrastá-lo para o futuro. Para o amanhã, coisas boas devem surgir e elas servirão de esteio para o ânimo. A força para se levantar da queda está dentro de cada um. Mantenha a fé e a serenidade e transmita essa mensagem por onde passar. Não se deve deixar que a claridade do olhar seja substituída pela nebulosidade que a tristeza pode causar.

Coragem! É o incontestável segredo da superação. Confiar de novo, sorrir e recomeçar. Falar dos problemas apenas com quem se confia. Colocar sonhos em pauta, escrever novas linhas na página fantástica e imprevisível que é a vida. Ninguém vai sofrer eternamente. Nenhuma vida é feita só de coisas ruins. Nuvens escuras não duram para sempre.

E a vida é formada por gotas fecundas de alegrias, que renovam nosso chão. Não deixe que os infortúnios ressequem o solo do seu coração. Seja forte e acredite. Dias melhores virão!

Foto por Casper Nichols em Unsplash

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Alessandra Piassarollo
Administradora por profissão, decidiu administrar a própria casa e o cuidado com suas duas filhas, frutos de um casamento feliz. Observadora do comportamento alheio, usa a escrita como forma de expressar as interpretações que faz do mundo à sua volta. Mantém acessa a esperança nas pessoas e em dias melhores, sempre!