Cassaundra Rubi, que vive no estado americano de Tennesse, se tornou conhecida recentemente em seu país após ser personagem de um vídeo que viralizou nas redes sociais. Nas imagens, ela é vista pedindo para que a motorista do ônibus escolar de seus filhos não gritasse mais com as crianças. A motorista reage agressivamente e mostra o dedo do meio para Cassaundra. O vídeo já soma mais de 32 milhões de visualizações (vídeo no final da matéria).

Nas imagens, Cassandra se despede dos seus filhos enquanto eles entram no ônibus escolar e depois pede para a motorista: “por favor, não grite com meus filhos hoje”. A mulher retruca, com raiva: “Eu não grito com seus filhos!”, enquanto distribui máscaras para as crianças.

Cassaundra reafirma que a motorista grita com seus filhos, e a mulher a manda calar a boca. “Quem você pensa que é? Eu só estou pedindo para não gritar com meus filhos”, diz a mãe, abismada. “Como você ousa dizer que eu grito com eles?”, pergunta a motorista. “Eles choram por isso todos os dias!”, afirmou a mãe. A mulher então fecha a porta do ônibus e mostra o dedo do meio.

Entrevistada pela emissora local WJHL, Cassandra disse que seus filhos gostam de ir à escola de ônibus, e por isso pensou em pedir com educação para que a motorista não gritasse mais. “Honestamente, achei que a resposta dela seria completamente diferente”, declarou.

A mãe ainda disse que antes de falar com a motorista, ela havia entrado em contato com o setor responsável pelos ônibus escolares no distrito. “Eu me senti tão desrespeitada e sinto que todos os motoristas deveriam ser reavaliados. É preciso ter certeza de que o motorista que leva seu filho para a escola está fazendo um bom trabalho e sendo respeitoso”, disse ela.

Procurado pela emissora, o distrito escolar afirmou estar “tomando medidas imediatas e decisivas” sobre o caso. “É nossa política investigar todas as alegações e tomar as medidas necessárias após a conclusão do processo de investigação”, diz a nota, que afirmou ainda que um novo motorista foi denominado para essa rota específica. O distrito não confirmou, no entanto, se a motorista em questão foi demitida.

@cassahfrass1

& the school can’t do anything , they come home crying every day #crazystory #BillboardNXT #HowIBathAndBodyWorks #fypシ #fyp

♬ original sound – cassahfrass1

***
Redação Conti Outra, com informações de Revista Crescer.
Fotos: Reprodução/TikTok

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.