O namorado da turista que faleceu após um rojão se prender na roupa dela e explodir durante o Réveillon, em Praia Grande, no litoral de São Paulo, se feriu ao tentar salvá-la. As informações foram apuradas pelo g1 nesta segunda-feira (2).

A vítima, que não teve a identidade revelada, residia na capital paulista e passava o Ano Novo em Praia Grande com a família. De acordo com a secretaria estadual de Segurança Pública (SSP), um primo da mulher relatou à Polícia Militar (PM) que o fogo de artifício não era do grupo de parentes.

Uma agente da PM confirmou ao g1 que o homem apontado como o namorado da vítima ficou ferido ao tentar protegê-la. Ainda não se sabe sobre o estado de saúde dele após o acidente.

“Tanto como profissional e como pessoa o sentimento é de tristeza. A família estava lá para comemorar o Ano Novo. Algum irresponsável soltou fogos de maneira errada e terminou nessa tragédia. Ver os filhos, a mãe e as irmãs da vítima, todos desesperados, me fez chorar de verdade, não deu para segurar. Ela deixou dois filhos, um de 12 anos e um de 18”, relatou a policial.

Luiza Ferreira, de 20 anos, estava no local no momento do acidente e relatou que era possível ver “muitos fogos de artifício” irregulares na faixa de areia. Por isso, ela e a família resolveram se afastar e ficar mais perto do calçadão.

Luiza disse que mesmo sem conhecer a vítima, ficou em desespero e imediatamente os familiares saíram da praia. “Foi algo bem rápido. Não era aqueles estalinhos, eram fogos mesmo, daqueles de explosão. Soube que os fogos foram no cabelo dela e o namorado dela, o rapaz que estava ajoelhado, tentou retirar as faíscas do cabelo dela e sofreu queimaduras. Não deu tempo de ele socorrer ela, pois os fogos atingiram o peito dela”, contou.

O caso foi registrado como homicídio e lesão corporal culposa na Central de Polícia Judiciária de Praia Grande (CPJ). O caso foi encaminhado ao 1°Distrito Policial (DP) da cidade, que investiga o caso para encontrar o autor do crime.

***
Redação Conti Outra, com informações do g1.
Foto de capa: Reprodução/Boca no Trombone PG.







LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES



As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.