Na Suécia, doadores de sangue recebem uma mensagem para saber quando salvaram uma vida

A Suécia tomou a iniciativa de enviar mensagens de texto via celular quando um doador ajuda um paciente. Não é legal?

REDAÇÃO CONTI outra

A doação de sangue é uma causa nobre e necessária, pois a prática pode salvar muitas vidas. No Brasil, o índice de doadores de sangue gira em torno de 1,6% da população. O percentual está dentro dos parâmetros estabelecidos pela Organização Mundial de Saúde (OMS) – 1% da população. Mas os números poderiam ser maiores se todos tivessem a noção da importância de ajudar a abastecer os bancos de sangue.

E foi pensando em incentivar a sua população a doar sangue que a Suécia tomou a iniciativa de enviar mensagens de texto via celular quando um doador ajuda um paciente. Não é legal?

“Obrigado! O sangue que você doou em 13 de janeiro de 2015 já beneficiou outro paciente. Atenciosamente, a Central de Sangue “, diz a mensagem.

As pessoas que receberam as mensagens ficaram muito empolgadas e rapidamente divulgaram a novidade nas redes sociais, o que trouxe visibilidade à iniciativa. “O mais importante é que os doadores voltem para nós”, disse Karolina Blom Wilberg, gerente de comunicações do hemocentro de Estocolmo.

Já imaginou como seria incrível saber que o sangue você doou há algum tempo atrás ajudou a salvar uma vida? Bem que a ideia poderia ser aplicada no Brasil!

***

Redação CONTI outra. Com informações de Nation

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




REDAÇÃO CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.