Na Itália, cestas de alimentos são penduradas nos espaços públicos para os necessitados.

Conscientes das dificuldades que as pessoas que vivem nas ruas de um dos países mais afetados pelo COVID-19, decidiram fazer algo a respeito.

Ana Carolina Conti Cenciani

O Coronavírus afetou todo o mundo, no entanto, há países que foram mais afetados que outros. A tabela mundial é atualmente comandada pelos Estados Unidos, que já somam mais de 245.000 casos, com mais de 6.000 mortes. Mas a Espanha acompanha de perto com 117.710 casos e mais de 10.000 mortes, e a Itália, que diminuiu um pouco seus números em 115.000 casos, com 13.915 mortes, o país com maior perda de vidas até agora.

Na tentativa de impedir que essa terrível doença continue a causar mais perdas humanas, os cidadãos de Napoli e algumas outras cidades italianas decidiram ajudar as pessoas que na maioria das vezes são esquecidas: os moradores de rua. Através de um tweet, o plano chamado “Panaro Solidale” tornou-se popular. “Panaro” seria a cesta onde os alimentos estão sendo colocados e “solidale” significa solidariedade, sendo assim “Cesta Solidária”.

O projeto começou no Twitter em 30 de março e rapidamente ganhou popularidade com muitos comentários positivos. A iniciativa foi uma inspiração para os italianos que decidiram espalhar a ideia pelo país.

“Se você não pode se dar o luxo de colocar algo dentro, isso significa que você precisa pegar algo. Se você pode se dar o luxo de colocar algo, então o faça para ajudar os menos afortunados”, faz parte do discurso da iniciativa que está ajudando centenas de pessoas.

Muitos não possuem condições econômicas para ajudar outras pessoas, por conta disso é sempre importante valorizarmos quando temos esta oportunidade. É incrível o bem que podemos fazer sem gastar muito.

Estamos em uma fase em que precisamos ficar separados, mas a união e a solidariedade são demonstradas de ouras formas. Se tiver algo sobrando em sua casa, disponibilize-o para aqueles que possam estar passando por momentos de necessidade. Juntos sairemos dessa.

 

Com informações de UPSOCL.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Ana Carolina Conti Cenciani
Ana, 19 anos, estudante de Artes Visuais na UNESP de Bauru. Trago aqui notícias que são boas de se ler.