Na dúvida, não se abandone

Não insista, não implore e jamais finja ser pouco quando o amor for sobre você. Entenda que a sua plenitude depende dos desrespeitos que você decide suportar. Por favor, não se abandone, não se perca, não se apague por alguém.

Não insista, não implore e jamais finja ser pouco quando o amor for sobre você. Entenda que a sua plenitude depende dos desrespeitos que você decide suportar. Por favor, não se abandone, não se perca, não se apague por alguém.

O saudável de um relacionamento pode não ser fácil, mas não é impossível. Ter paz de espírito em qualquer relação que seja necessita de autoconhecimento, de um parecer dos próprios limites e dos sentimentos que nunca podem deixar ser valorizados. Paciência e confiança são pilares a conquistar. Quem não tem dentro de si esse conjunto de alma e coração infelizmente, quase que como um ciclo, cairá nas mesmas e péssimas condições de compromisso.

Não se sabote por situações ou amores. Não permita que a vida ou alguém desequilibre o seu emocional ao ponto de você simplesmente não mais se reconhecer. Em tudo e todos, o tempo passa. Tenha isso gravado a cada manhã, tarde ou noite em que você cogitar desistir da sua história, da sua importância no mundo. Porque acredite, você é importante mundo.

Logo, se tiver que deixar ir, apenas deixe. Não se culpe, não se coloque pra baixo, não se desfaça daquilo que você tem de melhor. Na dúvida, não se abandone. Promete?

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Guilherme Moreira Jr.
"Cidadão do mundo com raízes no Rio de Janeiro"