Museu da Língua Portuguesa será reinaugurado em junho de 2020

O museu está fechado para reconstrução desde que foi atingido por um incêndio, em dezembro de 2015.

Ana Carolina Conti Cenciani

O secretário de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, Sérgio Sá Leitão confirmou hoje que o Museu da Língua Portuguesa deve ser reaberto no primeiro semestre de 2020. O museu está fechado para reconstrução desde que foi atingido por um incêndio, em dezembro de 2015. A data exata para a reabertura do museu será anunciada em outubro.

Segundo Sá Leitão, que fez uma vistoria nas obras do museu puderam ”constatar que as obras estão no ritmo certo, no cronograma e serão concluídas, tudo leva a crer, no prazo que é 31 de outubro deste ano. Uma vez as obras concluídas, temos um prazo estimado em torno de seis meses para a implantação do museu, com todo o revestimento, equipamentos e todo o material que será exposto. É um museu que tem muita interatividade e muito conteúdo audiovisual”, disse o secretário.

“Parte dos recursos investidos aqui tem incentivo da Lei Rouanet. Outra parte é investimento direto ou investimento via seguro. Mas é claro que a Lei Rouanet é um instrumento importantíssimo de apoio ao desenvolvimento das atividades culturais e criativas do Brasil. Somos defensores e entusiastas desse mecanismo”, completa Sá Leitão.

O secretário disse que, em breve, o governo estadual fará uma chamada pública para selecionar a organização social que fará a gestão do Museu da Língua Portuguesa. “Não é um museu que será gerido diretamente pelo governo do estado de São Paulo, mas por uma organização social. Esse é o modelo no qual acreditamos e consideramos que é o melhor modelo de gestão para os museus”, disse.

A Secretaria Estadual de Cultura finaliza a restauração do telhado do Museu da Língua Portuguesa e instala estrutura central da cobertura.

Até agora, foram concluídas as etapas de restauro das fachadas e esquadrias e de reconstrução da cobertura, faltando as obras de adaptação interna, que deve ser finalizada até outubro.

Para prevenir futuros incêndios, a gerente-geral da área de Patrimônio e Cultura da Fundação Roberto Marinho conta que foi montado um grupo de trabalho, com a participação do Corpo de Bombeiros. “Essa era a segunda vez que este prédio estava pegando fogo. Então definimos que nós íamos colocar, por exemplo, um splinkler [dispositivo que descarrega água em caso de incêndio], que não é uma exigência pela configuração da construção, mas nós pusemos. Tudo o que podíamos fazer a mais para fazer essa proteção, foi feito, para que possamos ficar tranquilos no futuro”, explicou Lúcia.

Enquanto o museu não fica pronto para sua reinauguração, o site oficial do Museu da Língua Portuguesa disponibiliza toda sua história para aqueles que não tiveram a chance de conhecer. Além de divulgar sempre Ações Educativo-Culturais que envolvem a cultura literária da nossa Língua Portuguesa. Confira em: http://museudalinguaportuguesa.org.br/

Fonte: Agência Brasil

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Ana Carolina Conti Cenciani
Ana, 19 anos, estudante de Artes Visuais na UNESP de Bauru. Trago aqui notícias que são boas de se ler.