Mulher volta do hospital com bebê recém-nascido e não encontra o namorado. Fugiu com a mãe dela!

“É a traição final. Você espera que uma nova avó se apaixone pelo bebê, não pelo pai ”, disse Jess Aldridge, mãe do recém-nascido.

REDAÇÃO CONTI outra

Quando um recém-nascido vem ao mundo, a mãe espera receber todos os cuidados possíveis, tanto para ela quanto para o bebê. Ela também espera ter o apoio de toda a família nesta nova etapa da vida, incluindo so pai da criança. Isso era o que Jess Aldridge, de 24 anos, pensava que iria acontecer, no entanto, as coisas tomaram um rumo inesperado. Quando ela voltou do hospital, descobriu que seu namorado e pai de seu filho havia fugido com sua própria mãe.

Jess, que mora na Inglaterra, nunca pensou que sua mãe, Georgina (44), e seu namorado, Ryan (29), a trairiam. Ela também não achava que eles iriam se apaixonar e começar um relacionamento. E menos ainda iria que eles fossem ceder à paixão e assumir as consequências dela justamente no dia em que ela voltaria do hospital com seu segundo filho recém-nascido. Mas aconteceu.

Jess estava em um relacionamento sério com Ryan, um vendedor de peças de automóveis, há três anos. Em setembro de 2019, eles deram as boas vindas a Georgina, sua primeira filha. Um ano depois, quando o jovem casal estava esperando seu segundo filho, eles decidiram se mudar para a casa da mãe de Jess, também chamada Georgina, que morava com seu marido Eric (56) em Stow-on-the-Wold, Gloucestershire, Inglaterra. A intenção era obter ajuda na criação de seus filhos.

“Fomos morar com minha mãe e meu pai depois que minha mãe disse que ajudaria no cuidado das crianças. Ela prometeu que seria mais fácil com o novo bebê, mas na verdade era muito, muito difícil .” disse Jess para o The Sun.

A relação entre Ryan (29) e Georgina (44) tornou-se cada vez mais estranha. Algo estava acontecendo entre eles e Jess estava começando a suspeitar de seu namorado e de sua mãe.

“Ficamos presos em casa por meses durante a quarentena. Foi muito difícil, especialmente porque Ryan e minha mãe começaram um jogo de flerte. Eu me senti tão desconfortável, foi uma experiência horrível”, disse Jess.

Ela lembrou que tanto Ryan quanto sua mãe bebiam Bacardi enquanto faziam piadas e riam na cozinha. “Uma vez, peguei Ryan tocando a bunda da minha mãe e ele apenas disse que estava tentando tirá-la do caminho”, acrescentou ela.

“Durante meses, tive a sensação de que algo estava acontecendo, mas nunca quis acreditar. Isso foi nojento. Ela passou a usar vestidos curtos e se sentava perto dele no sofá”, Jess continuou, acrescentando que “Uma vez eu indaguei os dois sobre isso e eles apenas deram de ombros e disseram que não era nada. Eles sempre insistiram que não havia nada entre eles, mas eu sempre suspeitei que eles estavam tramando alguma coisa.”

E sua suspeita fez ainda mais sentido em 28 de janeiro, o dia em que Reuben nasceu no Gloucestershire Royal Hospital. Horas se passaram e Jess recebeu uma mensagem de texto de Ryan dizendo que ele estava terminando com ela porque não suportava mais as acusações que ela fazia sobre ele e sua mãe.

Ryan só tinha visto seu recém-nascido por alguns minutos no dia em que nasceu e outros dez no dia seguinte. Ele estava com raiva e começou a empacotar suas coisas. Jess teve alta em 30 de janeiro, dia em que sua suspeita se concretizou. Ela chegou em casa e nem Georgina (mãe) nem Ryan estavam lá. Eles tinham fugido juntos.

“Quando cheguei em casa do hospital, todas as coisas dele haviam sumido. Eu sabia que Ryan estava com a minha mãe, mas nenhum deles iria admitir”, dise Jess ao The Sun, acrescentando que “finalmente, no dia seguinte, ele admitiu que ele e Georgina estavam em um relacionamento.”

“Minha mãe me disse que não pode escolher por quem ela se apaixona e Ryan me disse a mesma coisa. Foi um chute na cara, eles haviam planejado isso durante toda a minha gravidez. No dia seguinte, descobri que ela se separou de meu pai, que ficou muito mal. Ele está arrasado. Isso estava acontecendo há seis meses nas minhas costas.”, confessou Jess.

A jovem também disse que sua mãe havia lhe dito algumas semanas antes que queria deixar seu pai, mas ela nunca pensou que seria por causa de Ryan. “Ela poderia só ser a avó dos meus dois filhos e me ajudar a cuidar deles, mas em vez disso está transando com meu namorado. Estou com o coração partido e perdi tudo: minha mãe e o pai dos meus filhos”, disse.

“É a traição final. Você espera que uma avó se apaixone pelo bebê, não pelo pai da criança”, comentou Jess e disse que, ao encarar a mãe, ela respondeu que “não podemos escolher por quem nos apaixonamos”.

Além da traição, Ryan e Georgina tornaram seu relacionamento público no Facebook, deixando todos, amigos e familiares, perplexos. “Como vou explicar a todos que o pai e a avó das crianças têm um relacionamento? Alguns de nossos amigos viram seu novo estado civil no Facebook e ficaram surpresos”, disse a jovem mãe, acrescentando que “Recebi muitas mensagens perguntando o que aconteceu e se estou bem.

***
Redação Conti Outra, com informações de UPSOCL.
Fotos: Reprodução.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




REDAÇÃO CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.