Além de ser uma responsabilidade enorme, ter filhos é uma questão de amor. Um compromisso de protege-los de todo mal, embora não seja uma tarefa fácil, pois detectar ameaças e perigos é realmente difícil . Se eles pudessem adivinhar qual situação poderia prejudicá-los, o mundo seria muito diferente.

Os pais costumam dar a eles certas regras como não falar com estranhos, não sair sozinho, não brincar com aparelhos arriscados, entre outras, mas alguns optam por medidas que podem ser consideradas mais drásticas. Um exemplo é o de uma mulher chamada Heather que compartilhou sua rejeição a festas do pijama nas redes sociais

TikTok: hypotheticamente_heather

É provável que um número significativo de crianças tenha visitado um amigo da escola para passar a noite em casa assistindo a filmes, comendo doces, jogando videogame ou apenas conversando. Uma situação que não sugere nenhum perigo para alguns pais porque confiam nos donos da casa, mas não no caso de Heather.

A mulher que é assistente social usou sua conta para compartilhar sua opinião sobre isso.
“Opinião impopular: os pais não devem deixar os filhos passarem a noite com os amigos”, afirmou na rede social .

E antes de criticá-la por sua posição, ela mostrou uma nota jornalística que relatava o sofrimento que uma menina nos Estados Unidos passou por ter ido a um desses eventos. A mãe da menina contou que os outros a torturaram com golpes, cortando seu rosto e queimando-a com isqueiros, além de barbeá-la e prendê-la.

Esse exemplo foi mais que suficiente para sustentar seu ponto de vista e aprofundar o assunto.

“As festas do pijama são um risco para seus filhos. Nunca sabemos exatamente quem estará na casa ou como as crianças serão supervisionadas, embora pensem que conhecem os pais. Melhor dizer não às festas do pijama ”, disse ela no registro .

TikTok: hypotheticamente_heather

As declarações acumularam mais de 2 milhões de reproduções e, como esperado, causaram divisão entre os usuários . Muitos afirmaram estar “100% de acordo” justificando suas razões.

“A única pessoa em que seu filho pode realmente confiar é você. Não sei como as pessoas não entendem isso”, foi um dos comentários a favor de Heather.

“Não, só porque aconteceu com eles não significa que acontece com todos. Eu ia a festas do pijama o tempo todo. Sempre me fez uma criança mais feliz ”, disse alguém que foi contra suas declarações na publicação .

Veja o vídeo a seguir.


Um tema sobre o qual cada família deve falar para saber o que fazer na situação, qualquer que seja sua posição sobre o assunto.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.