“Pele de cobra” foi uma das muitas maneiras pelas quais Sylvia Mac foi apelidada por seus colegas de escola graças às cicatrizes em sua pele. Após 4 décadas de baixa autoestima e depressão, ele decidiu fazer uma mudança em sua vida.

Cicatrizes, para muitas pessoas em geral, significam uma má lembrança de alguma lesão importante que tiveram. No caso de Sylvia Mac não foi diferente, mas para além disso, suas marcas eram um impedimento para desenvolver uma vida em comum , até que ela decidiu mudar sua forma de olhar para elas em 180 graus.

Instagram: @love_disfigure

Sylvia Mac, uma mulher dos Estados Unidos, tinha quatro anos quando sofreu um grave acidente que mudou completamente sua vida. Seus pais, que lutavam todos os dias para sobreviver, não tinham água quente em seu apartamento para tomar banho com seus quatro filhos.

Pela mesma razão, a mãe de Mac fervia água em uma tigela gigante todos os dias para dar banho em seus pequeninos. Um dia Mac, enquanto brincava de esconde-esconde com sua irmã, decidiu se esconder no banheiro de casa . Inadvertidamente, quando sua irmã a encontrou, ela caiu assustada na água quente recém-fervida . Apenas gritos podiam ser ouvidos na casa.

Instagram: @love_disfigure

Os pais da menina a levaram para um centro especializado em queimados nos arredores da cidade. Os médicos, vendo os ferimentos de Mac, só previram o pior: a garotinha não sobreviveria. Mas, milagrosamente, aos poucos a mulher afetada começou a melhorar e acordou do estado de choque.

Os anos seguintes foram os mais difíceis para a mulher. Na escola, ele estava com medo de que seus colegas vissem sua pele cicatrizada nas costas, barriga e parte do pescoço. Mac sempre se lembra de quando ela tinha que tomar banho depois de uma aula de esportes e os outros adolescentes a chamavam de “pele de cobra ” .

Instagram: @love_disfigure

Quando se tratava de sair com meninos, ela também sofria de grande nervosismo. Ela sabia que toda vez que eles a acariciassem, eles sentiriam os sulcos em sua pele.  Mas, tudo mudou quando ela menos esperava.

Em férias na praia de Mac, sua mãe e seu filho, quando ela já estava na casa dos 40 anos, a Mac sofreu um novo episódio desagradável de provocações. Quando ela estava vestindo seu sarongue para cobrir seu corpo, ela viu que um homem começou a filmá-la porque suas cicatrizes apareciam através do tecido.

Instagram: @love_disfigure

Mac mudou de lugar, mas o jovem a seguiu. Intimidada, a mãe de Mac sugeriu que saíssem da praia. Quando eles se sentaram em um banco, Mac viu sua mãe com a cabeça baixa, afetada pelas provocações que sua filha recebeu. Foi quando decidiu que seu corpo nunca mais a influenciaria.

Mac tirou o sarongue , caminhou em direção à praia e começou a gritar. “Mãe, olhe para mim, estou sem nada, mostrando minhas cicatrizes.” A partir desse momento, Mac ganhou a confiança necessária para que nunca mais ninguém a fizesse sentir-se desconfortável.

Instagram: @love_disfigure

Traduzido e adaptado de UPSOCL

 

 

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.