Mulher grávida se atira no mar e salva marido de ataque de tubarão

Nunca duvide do que alguém é capaz de fazer para salvar o amor da sua vida.

REDAÇÃO CONTI outra

A coragem é uma qualidade que só se reconhece em um ser-humano quando este enfrenta uma situação limite, em que é preciso se despir dos temores e fazer o que tem que ser feito. Foi exatamente assim que Margot Dukes-Eddy descobriu-se uma mulher muito corajosa. Quando viu seu marido sendo atacado por um tubarão, ela não se deixou intimidar e simplesmente se jogou no mar para salvá-lo. Um detalhe: Ela estava grávida.

O caso aconteceu na praia de Middle Keys, na Flórida. Segundo o New York Post, o mergulhador Andrew Charles Eddy, de 30 anos, foi mordido no ombro pelo que se acreditava ser um tubarão-touro enquanto mergulhava no local junto com alguns parentes. Ele foi resgatado pela esposa, Margot Dukes-Eddy, que está grávida.

“Ela viu o tubarão e o sangue na água e sem hesitação, mergulhou na água e puxou o marido para um lugar seguro no barco”, declarou a polícia ao New York Post.

Pessoas que ocupavam outros barcos na área em que ocorreu o acidente relataram que avistaram um tubarão-touro naquela mesma manhã, estimando que o peixe tenha 3 metros de comprimento.

Andrew Eddy foi encaminhado para um hospital com uma lesão grave no ombro. Não se sabe sobre o estado dele, pois a família preferiu manter a privacidade do caso.

Segundo o Arquivo Internacional de Ataques de Tubarão da Universidade da Flórida, 17 ataques acidentais de tubarão foram registrados desde 1882 no condado onde ocorreu o acidente.

***
Redação CONTI outra. Com informações de braziliantimes

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




REDAÇÃO CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.