É possível afirmar que muitas das mulheres que experimentam carregar um bebê dentro de si por nove meses veem no ato de gerar uma vida um verdadeiro milagre da natureza. Mas a experiência vivida pela britânica Rebecca Roberts, de 39 anos, vai além de tudo o que nós imaginamos e é vista com fascínio inclusive pelaos médico, há muito acostumados a trazer crianças ao mundo.

Aconte que Rebecca já estava grávida de Noah quando foi surpreendida com uma nova gravidez aopenas três semanas depois. Trata-se de um raríssimo fenômeno na medicina chamado superfetação, que é quando ocorre uma gestação de dois ou mais fetos dentro do útero, mas em estágios diferentes de desenvolvimento.

Em entrevista à CNN, Rebecca falou sobre como se deu a descoberta de que estava gerando dois bebês, Noah e Rosalie.

“Fiz um ultrassom com sete semanas e outro com 10 semanas. Em ambas as vezes foi visto o mesmo bebezinho ali. Era sempre um bebê. Até que com 12 semanas surgiu um outro bebê”, disse Rebecca Roberts, que estava grávida também de Rosalie.

“O que aconteceu é que eu engravidei enquanto já estava grávida, o que foi absolutamente louco quando nos contaram, porque isso não deveria acontecer”, explicou a mãe.

A pequena Rosalie foi concebida aproximadamente três semanas após Noah. Em casos de gêmeos fraternos, como Noah e Rosalie, geralmente dois óvulos são liberados ao mesmo tempo, fertilizados e os embriões são implantados no útero ao mesmo tempo.

Mas, no caso de Rebecca Roberts, os óvulos foram lançados com três semanas de diferença e cada embrião implantado separadamente em tempos diferentes.

A ginecologista Lilian Schapiro explica que “é incomum neste caso que a mulher pareça ter ovulado uma vez para o bebê mais velho e depois para o menor”.

De acordo com um estudo de 2008 publicado no European Journal of Obstetrics & Gynecology and Reproductive Biology, ao menos 10 casos de superfetação foram registrados no mundo.

Os médicos acreditam que, no caso de Rebecca, o uso de remédios para fertilidade pode ter ajudado a atingir o resultado. Ainda de acordo com os médicos do hospital, os gêmeos nasceram cerca de seis semanas antes do previsto.

Noah nasceu pesando proximadamente 1,9 kg, enquanto Rosalie com 1,105 kg. Os dois precisaram ficar na unidade de terapia intensiva neonatal para ganhar peso, mas estão com boa saúde, segundo os médicos.

Apesar do tempo de gestação diferente, Rebecca Roberts disse que não os vê como irmão mais novo e irmão mais velho. “Eu definitivamente penso neles como gêmeos. Eles nasceram ao mesmo tempo. Podem não ter sido concebidos ao mesmo tempo, mas eu os carreguei ao mesmo tempo”, disse à CNN.

Ao ser questionada se ficou surpresa com a descoberta, Roberts disse: “eu não poderia acreditar que tinha acontecido comigo, mas aconteceu. É lindo.”

***
Redação Conti Outra, com informações de CNN Brasil.
Foto: Rebecca Roberts/Arquivo Pessoal.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.