Se engana quem pensa que fazer sucesso no TikTok é uma possibilidade só para aqueles que ainda não passaram dos 30, e a melhor prova disso é o boom de visualizações que uma mulher 72 anos atriu na rede social chinesa ao publicar um vídeo em que exibe seus looks.

É claro que o sucesso vem junto de uma boa dose de controvérsia. O vídeo publicado por Keiko Guest recebeu muitas críticas de pessoas que acreditam que as roupas dela não são apropriadas para a sua idade. Mas a idosa parece saber perfeitamente que pode se vestir da maneira que quiser, visto que a sua publicação ironiza justamente a ideia arcaica de que uma mulher idosa deve ser vestir de acordo com aquele antigo estereótipo da vovó sem muita vaidade que passa o dia sentada em uma cadeira de balanço enquanto faz crochê.

No vídeo, Keiko aparece fantasiada de vovó, com a postura curvada para frente, sem maquiagem, usando roupas largas e se locomovendo com o auxílio de um andador. Ela questiona: “Você quer que eu me vista assim?”.

Poucos segundos depois, Keiko surge toda produzida, usando um body preto decotado e justo, com uma calça e um sapato alto, todos pretos.

“Gosto mais dessa. O que você acha?”, questiona.

@keikoguestofficial #transition #ootd #fit #fashion #fyp #foryou YOUR #pov ♬ BIG MAD – Ktlyn

A publicação de Keiko foi se espalhando aos poucos e hoje já soma mais de 4,9 milhões de visualizações. Alguns comentários ainda criticam o estilo de Keiko, mas a maioria tece elogios à mulher. “Você é linda, espero parecer com você aos 72 anos”, afirma uma seguidora. “Eu tenho 28 anos e me visto como a primeira”, brinca outra.

Keiko Guest, que já alcançou mais de 400 mil seguidores no TikTok, costuma usar a plataforma para publicar vídeos dançando, montando looks e praticando exercícios físicos.

***
Redação Conti Outra, com informações do UOL.
Fotos: Reprodução/TikTok.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.