Há 40 anos, Tess Christian, 50, não sorri um único dia. Ela não faz isso porque alguma tragédia afetou sua vida ou porque sente muita tristeza, mas sim porque quando era criança decidiu que a melhor maneira de permanecer jovem se privar dos sorrisos.

Então, agora, toda vez que ela sai com seus amigos, vai a uma festa, vê filme engraçado ou ouve uma piada, ela mantém seu rosto impassível sem mover um músculo. Parece difícil, mas ela diz ter conseguido.

“Não tenho rugas porque me treinei para controlar os músculos faciais. Todos perguntam se eu já usei Botox, mas não, e sei que é graças ao fato de não ter sorrido. Não rio nem sorrio desde que era adolescente. Minha dedicação valeu a pena, não tenho uma única linha de expressão no rosto”, disse Tess Christian.

E, por mais estranho que possa parecer, ela não é a única nesta cruzada, celebridades como Kim Kardashian já admitiram tentar não sorrir tanto para evitar a formação de rugas. E alguns médicos acreditam que esta é uma estratégia que pode funcionar.

Tess assume que é uma pessoa vaidosa e que quer permanecer jovem. Ela garante que sua estratégia não só é mais natural que o botox, mas também muito mais afetiva e menos cara do que cremes ou tratamentos de beleza.

“Sei disso porque é exatamente assim que o Botox funciona, reduzindo a atividade muscular. Não sorrir é uma opção DIY (do it yourself – faça você mesmo, em inglês), embora tenha sido difícil acompanhar, sem mencionar que pode ser chato para o seu parceiro e pode às vezes confundir os seus filhos.”, disse ela.

Tess é muito contundente ao dizer que não sorriu nem mesmo quando coisas importantes lhe aconteceram, como o nascimento da sua filha. Ela frisa que isso não significa que leve uma vida miserável ou infeliz, mas simplesmente não tem a necessidade de mostrar isso no rosto.

Além disso, acredita que não sorrir a deixa mais bonita, pois tem bochechas grandes que a fazem parecer “um hamster”.

“Procurei inspiração em ícones da velha guarda de Hollywood, como Marlene Dietrich; ela nunca sorria e eu amei a maneira como ela exalava glamour.”, relatou Tess Christian.

É assim que ela está agora, com 50 anos e depois de ter passado 40 anos sem sorrir. Você valeu à pena?

***
Redação Conti Outra, com informações de UPSOCL.
Fotos: Tess Christian.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.