‘Minha Mãe É uma Peça 3’ ultrapassa ‘Star Wars’ nas bilheterias

O longa ficou no topo do ranking de filmes mais vistos no país entre quinta-feira, 26, e domingo, 29, derrubando a superprodução Star Wars: A Ascensão Skywalker

Ana Carolina Conti Cenciani

O cômico longa metragem foi estreado no dia 26 de dezembro de 2019, e, até então levou mais de dois milhões de pessoas aos cinemas. Só na primeira semana em cartaz, a comédia nacional Minha Mãe É uma Peça 3 garantiu nada menos que 1,8 milhão de espectadores aos cinemas brasileiros, somando 30,7 milhões de reais em bilheteria.

A comédia, dirigida por Susana Garcia e estrelada por Paulo Gustavo foi estreada em 1.456 salas de cinema pelo Brasil. O longa ficou no topo do ranking de filmes mais vistos no país entre quinta-feira, 26, e domingo, 29, derrubando a superprodução Star Wars: A Ascensão Skywalker que foi visto no mesmo período por 493.000 espectadores, somando ao todo, em suas duas semanas em cartaz, 1,9 milhão em público.

Assim como a terceira parte dessa história contagiante, os dois primeiros filmes da franquia Minha Mãe é uma Peça também fizeram sucesso durante seus lançamentos. O primeiro filme foi lançado em 2013 e teve público de mais de 410 mil pessoas no primeiro fim de semana. Já o “Minha Mãe é uma Peça 2”, lançado em 2016, bateu o recorde de maior bilheteria entre os filmes nacionais do ano e teve a maior renda do cinema brasileiro com R$ 124.258.727.

A divertida e cativante história da franquia é baseada no espetáculo de teatro -com o mesmo nome- que foi criado e estrelado por Paulo Gustavo, o intérprete de Dona Hermínia (a mãe). Durante seu tempo em cartaz, a peça também levou muitas pessoas aos teatros e foi aí que a história passou a ser um sucesso nacional.

Inspirado por sua própria mãe, o ator Paulo Gustavo não falha em performar uma mãe preocupada e neurótica, que preza sempre pela proteção de seus filhos. No “Minha Mãe é uma Peça 3”, essa família surge com mais novidades que provavelmente vão deixar Dona Hermínia nervosa novamente.

 

Com informações de Estadão

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Ana Carolina Conti Cenciani
Ana, 19 anos, estudante de Artes Visuais na UNESP de Bauru. Trago aqui notícias que são boas de se ler.