Milionário chinês gastou toda a sua fortuna salvando cães do comércio de carne

Depois de perder seu filhote e não saber o que aconteceu com ele, este homem adotou uma nova missão de vida.

CONTI outra

Um chinês de 29 anos chamado Wang Yan trabalhou durante toda sua vida em negócios relacionados à indústria de ferro e aço, o que lhe permitiu gerar uma grande fortuna.

O empresário teve uma boa vida até que, certa tarde, seu destino mudou completamente. Para Wang, seu filhote de três anos era a coisa mais importante do mundo.

Um dia Wang estava caminhando com seu fiel amigo de quatro patas, quando o cão se assustou com um caminhão que vinha em alta velocidade. Quando o caminhão passou ao seu lado, o cãozinho teve um susto tão grande que se soltou a coleira e fugiu do lugar onde estavam. Wang procurou seu amigo por toda parte, mas não o encontrou.

Durante sua busca, Wang visitou muitos lugares onde conheceu a triste realidade dos cães. Os animais estavam em abrigos em condições chocantes, onde eram mantidos e posteriormente vendidos no comércio de carnes.

Depois de conhecer esses lugares, Wang abriu os olhos para uma realidade que ele não conhecia. Até aquele momento ele acreditava que todos os cães tinham acesso aos luxos, a uma casa e ao amor de que seu animal de estimação usufruía. No entanto,a realidade era muito mais triste.

Não saber o que aconteceu com seu cão fez com que ele decidisse ajudar os cães que estavam nessas condições de ter o destino marcado para ser sacrificado e depois consumido.

Então Wang começou a distribuir sua fortuna em ações para ajudar esses filhotes. Ele começou a ir aos locais de comércio de carnes para fazer negócios com as pessoas que administram esses lugares. Ele se ofereceu para pagar o dobro do valor que os vendedores de carne de cachorro ganhavam.

Depois de alguns meses, o homem resgatou 2000 filhotes , libertando-os de um fim cruel. Devido ao grande número de animais resgatados, Wang decidiu desocupar sua antiga fábrica e remodelá-la para torná-la um abrigo de resgate .
Atualmente, os cães vivem no abrigo e são tratados por um veterinário que lhes oferece o necessário para se recuperarem, já que a maioria destes animais são resgatados abaixo do peso e com múltiplas doenças.

Uma vez que os filhotes são recuperados, eles são colocados para adoção para que as famílias responsáveis ​​possam dar-lhes o amor que lhes faltou durante sua vida.

Wang criou a Base de Resgate de Animais Changchun , com o firme compromisso de ajudar centenas de cães a encontrar um lar.

“Existem 215 cães na base agora, principalmente do comércio de carne, eles são salvos por voluntários e trazidos para cá. Estamos acostumados a abrigar mais de 1.000 cães, felizmente, muitos têm sido adotados “, disse Wang.

Wang diz que é grato por ter encontrado sua missão de vida e procura inspirar mais pessoas a fazer algo pelo mundo e pelos seres que nele habitam.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Nation.
Fotos: Reprodução/Nation.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.