Na última quarta-feira (19), um garoto migrante chegou ao enclave espanhol de Ceuta com garrafas de plástico amarradas ao seu corpo depois de ter nadado na fronteira entre a Espanha e o Marrocos.

De acordo com o Ministério do Interior em Madri, aproximadamente dois terços dos oito mil migrantes que chegaram ao enclave, e que as autoridades espanholas disseram incluir crianças desacompanhadas de até 7 anos, já foram expulsos.

Segundo informações da Reuters, muitos migrantes que voltaram ao Marrocos estão dispostos a voltar para Ceuta novamente.

A cidade de Ceuta virou um caminho famoso entre refugiados que buscam uma entrada rápida para a Europa, mas sua popularidade diminuiu nos últimos anos, já que as autoridades marroquinas passaram a reprimir a circulação de migrantes na fronteira.

***
Redação Conti Outra, com informações de Isto É.
Fotos: Reprodução.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.