Menino de três anos cai em piscina e consegue se salvar graças às aulas de natação

Um menininho de apenas três anos estava carregando uma caixa na beira da piscina em casa, quando se desequilibrou e caiu na água. Felizmente, o pequeno Miguel frequenta a natação, então pôs em prática o que aprendeu nas aulas e conseguiu se salvar. (VEJA O VÍDEO!)

CONTI outra

Aconteceu em Maringá, na semana passada, um caso que vêm chamando atenção de muita gente e servindo de alerta para pais e mães> Um menininho de apenas três anos estava carregando uma caixa na beira da piscina em casa, quando se desequilibrou e caiu na água. Felizmente, o pequeno Miguel frequenta a natação, então pôs em prática o que aprendeu nas aulas e conseguiu se salvar.

O incidente doi registrado por uma câmera de segurança da residência. As imagens flagraram a criança permanecendo mais de um minuto conseguindo boiar, com a cabeça fora da água, isso graças às técnicas de natação que aprendeu nas aulas que faz há cerca de seis meses.

Momentos depois da queda, o irmão de Miguel, de 6 anos de idade, notou que ele tinha caído na piscina e pediu ajuda à mãe, que estava dentro de casa. Apesar do susto, o menino não se feriu e nem engoliu água.

“Nossa fé em Deus foi fundamental, mas as aulas de natação com certeza salvaram a vida dele”, disse a mãe de Miguel, a contadora Vivian Fraioli.

Segundo Viviane Carvalho, professora de natação do Miguel, algumas técnicas básicas envolvendo movimento de braços e pernas foram determinantes para que ele não se afogasse.

“Caiu de roupa, numa piscina gelada, sem acessórios de natação. Mesmo assim ele conseguiu se manter por 1 minuto e 18 segundos em flutuação”, comemorou a professora.

Veja o vídeo:

***
Redação Conti Outra, com informações de Ric Mais.
Foto destacada: Reprodução.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES




COMENTÁRIOS




CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.