Menino de 14 anos pega carro do tio e sai dirigindo para escapar de incêndio: É como jogar videogame

Você já se imaginou em uma situação limite, em que, para sobreviver, precisa tomar coragem e fazer algo que nunca fez antes? Pois foi essa a situação de Ruben, de 14 anos. “O fogo estava atrás da gente e eu não queria olhar para trás”.

REDAÇÃO CONTI outra

O menino Ruben Navarrete, de 14 anos, têm sido celebrado como herói após fazer algo que, em uma situação comum, deixaria os adultos de cabelo em pé. Mesmo sem habilitação e sem nunca ter pilotado um veículo, o garoto assumiu a direção do carro do tio e saiu dirigindo à noite por uma estrada estreita e íngreme.

As circunstâncias, como já adiantamos, atenuam a atitude do pré-adolescente. Acontece que Ruben precisou fazer isso para escapar de um enorme incêndio florestal que estava prestes a atingir a residência da sua família.

O menino mora com seu tio Joshua Smith e a esposa dele, Jamie, na Cold Springs Rancheria Mono Indians, uma reserva indígena ameaçada pelo incêndio que se espalha por uma extensa região do estado na Califórnia, nos Estados Unidos.

Ruben e sua família receberam uma alerta das autoridades locais para que se preparassem para evacuar a área em dois dias. Entretanto, antes do fim do prazo estipulado, a família recebeu uma ligação no meio da madrugada dizendo que precisavam deixar a casa imediatamente. Além de Ruben e os tios, há também o irmão do garoto, que é cadeirante, e mais três primos, todos com a idade abaixo dos 14 anos.

A família então resolveu fazer um comboio. Jamie foi na frente em sua camionete, Ruben foi no meio dirigindo um Chevrolet Traverse e seu tio em outra picape atrás, que para piorar a situação, não tinha faróis.

Entrevistado pela agência de notícias francesa AFP, o menino contou que ficou bastante assustado ao se ver naquela situação sem nunca ter dirigido, mas diz que seu tio deu um conselho.

“É como um videogame, Ruben. Meu tio disse isso e me deu um conforto. No começo eu estava muito nervoso, com muito medo. O fogo estava atrás da gente e eu não queria olhar para trás, porque tinha que ficar focado para não bater o carro”, contou Ruben.

Ainda segundo o menino, quanto mais olhava para a altura das colinas, com mais medo ficava. Foi quando já estava no meio do caminho que a tesão foi se aliviando. Ao todo, ele dirigiu 50 km até a cidade de Clovis.

“Ele foi muito bem, estava um pouco lento, mas melhor assim. O importante era chegar são e salvo. Foi um curso intensivo na prática”, afirmou Jamie.

A família de Ruben recebeu uma estadia de 10 dias em um hotel pago pela Cruz Vermelha. Depois que toda a tensão passou, o garoto disse que a experiência foi divertida. “Estou pronto para dirigir novamente.”

No estado da Califórnia, a idade mínima para dirigir é de 16 anos, porém, no caso de Ruben, não houve nenhum crime de trânsito pelas circunstâncias da situação.

***

Redação CONTI outra. Com informações de Revista Autoesporte

Imagem de capa: Revista Autoesporte reprodução.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




REDAÇÃO CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.