A pequena Devanshi Sanghvim tem apenas 8 anos, mas já fez uma escolha que pode definir o resto de sua vida. Ela renunciou a uma herança milionária e ingressou nesta semana em uma estrita ordem religiosa da fé jainista.

Devanshi iria herdar o negócio de joias Sanghvi and Sons, em Surat, na índia, conhecida localmente como a “cidade do diamante” pela importância no comércio mundial de pedras preciosas. A empresa acumula um patrimônio líquido de cerca de US$ 60 milhões (mais de R$ 309 milhões).

O anúncio sobre o futuro de Devanshi foi feito nesta semana pela família da menina. Ela passou por uma cerimônia de quatro dias até que, nesta quarta-feira (18), chegou em uma carruagem puxada por um elefante ao templo deixou para trás as roupas luxuosas por vestimentas simples de algodão branco.

Devanshi é conhecida entre os membros da comunidade jainista por sua piedade, “nunca viu televisão, filmes nem foi a shopping centers e restaurantes”, contou uma pessoa próxima à família.

A menina é uma das pessoas mais jovens a realizarem uma cerimônia “diksha” para abdicar de posses materiais e entrar no monacato jainista. De acordo com a imprensa local, os pais disseram que a criança tinha pressa em se converter.

O jainismo, religião da qual a família de Devanshi é adepta, foi fundado na Índia no século 6 e tem mais de 4 milhões de adeptos no país. Emtre os preceitos da religião estão a defesa do pacifismo, o ascetismo, o veganismo e o amor por todas as criaturas.

A religião costuma ser alvo de críticas devido a algumas práticas rituais, como o jejum extremo.

***
Redação Conti Outra, com informações do R7.
Foto destacada: Reprodução.







LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES



As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.