Além de ter trabalhado com Paulo Gustavo cuidando de sua carreira e o dirigindo no cinema, a diretora Susana Garcia era também uma grande amiga do ator. Ela que o acompanhou de perto durante todo o período em que ele esteve internado, usou o Instagram netsa quarta-feira para postar um texto emocionante em homenagem ao humorista.

“Meu amado. Meu irmão. Eu estava suportando a saudade porque você estava no hospital e tínhamos a certeza de que você sairia. Mas e agora? Nós nos falamos vinte vezes por dia. Eu chamo todo mundo aqui em casa de Paulo Gustavo. E você chama todo mundo de Susana. Somos confidentes. Somos muito unidos. Nos admiramos muito. Você entrou na minha vida de forma arrebatadora. A nossa união aconteceu no trabalho, na família, na vida. Na alegria e na dificuldade”, iniciou Susana.

“Como eu admiro o ser humano que você é. A sua generosidade me emociona. Você, na pandemia, depositou por três meses, mil reais por mês para quase 120 pessoas que trabalharam nos filmes que nós fizemos. Você mandou um e-mail pra todo mundo das equipes perguntando quem estava precisando de ajuda. E as pessoas foram tão corretas, que várias falaram que estavam conseguindo segurar e que não precisavam. Mas a maioria recebeu essa ajuda”, contou ela.

“E na crise em Manaus, você enviou 500 mil reais para compra de oxigênio e nunca divulgou nada. Lembro um dia, antes de você ser intubado, que você me disse que estava sentindo muita falta de ar, mesmo com cateter de oxigênio, e que você estava feliz de ter comprado oxigênio para as pessoas. Nesse dia no hospital, como sei o quanto você ama os seus amigos, eu comecei a falar de cada um deles e você se emocionou, chorou, a sua saturação caiu e eu na hora mudei de assunto e comecei a falar de projetos. Você disse que queria transformar todo aquele seu sofrimento em arte. Você começou a se empolgar e você é tão genial que inventou toda uma história linda que se passava no hospital”, escreveu Susana.

“Tinha humor, amor e generosidade. Como você! Você me faz feliz. Você me faz rir muito. A sua gargalhada é a coisa mais gostosa da minha vida. Eu adoro que a gente se fala à noite e você diz que me ama. Não consigo escrever esse texto no passado. Agora à noite, quando você estava fazendo a passagem, eu estava segurando em você e pedindo para que você esteja sempre ao meu lado, me iluminando, me incentivando, me inspirando. Você é tão maravilhoso que fez, com seu marido amado, dois filhos lindos”.

“Você, que pouco antes de ser intubado, me disse que estava com medo de não ver seus filhos crescerem, saiba que eles vão crescer vendo a sua história. Você é o maior artista do momento. Você transformou muitos lares brasileiros com D. Herminia. Você tocou em assuntos tabus e através do seu humor conseguiu ser político e ajudar a muitas famílias. Você é unanimidade. A maior bilheteria do teatro e do cinema! Você foi o maior símbolo da resistência potente da nossa cultura. Torço para que a dor de tanta gente vire símbolo de uma mudança na nossa sociedade. Você vai contribuir para substituir o ódio e o individualismo pela alegria e pelo cuidado do coletivo. Essa foto somos nós dois caminhando felizes pela vida. Vou seguir assim, com você vivo dentro de mim. Te amo pra sempre”, finalizou.

***
Redação Conti Outra, com informações de Revista Quem.
Foto destacada: Reprodução/Instagram.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.