Meghan Markle irá co-editar a Vogue Setembro em especial sobre mulheres notáveis e corajosas

A duquesa é a primeira pessoa escolhida para realizar essa tarefa. Nem todos a consideram a pessoa mais adequada, mas ninguém duvida que ela seja uma grande adição à revista.

REDAÇÃO CONTI outra

Meghan Markle é um dos personagens mais comentados dos últimos anos. Ela ganhou os holofotes pela primeira vez quando despontou como atriz em ascensão, depois ganhou notoriedade ao ser apontada como nova namorada de um dos membros mais queridos da realeza britânica; hoje, como esposa do Príncipe Harry e nova Duquesa de Sussex, seu rosto é constantemente estampado em capas de revistas, principalmente aquelas especializadas em repercutir rumores sobre a vida pessoal de celebridades. Em outras ocasiões, tudo isso teria acontecido fora dos nossos olhos, talvez com a ocasional reportagem de uma revista especializada. Mas em nosso mundo repleto de redes sociais, fotos e vídeos, todos nós testemunhamos a carreira de Meghan.

A notícia mais recente relacionada a Meghan é que a duquesa terá um papel muito importante, mas que também testará todas as suas habilidades. Ela foi anunciada como a primeira mulher a ser editora convidada da revista Vogue.

O papel de Meghan significa que seu trabalho será ajudar a montar uma edição especial da revista, dedicada a mulheres que trabalharam e lutaram pelos direitos de minorias, várias delas com histórias vida cheias de desafios.

O anúncio causou surpresa em muitos. A maioria tomou como uma oportunidade interessante para a Duquesa mostrar suas habilidades e mostrar que é capaz de transmitir nas páginas da revista os ideais que defende. Mas não faltaram aqueles que consideraram que ela não seria a pessoa mais adequada para o cargo de editora convidada.

Vogue

Tendo em conta que entre as mulheres perfiladas estão intelectuais ou líderes de prestígio como Chimamanda Ngozi Adichie, Jacinda Ardern e Greta Thunberg, chama um pouco atenção o fato de eles terem escolhido alguém que é mais conhecida como a esposa de um homem nascido em uma das famílias mais privilegiadas do planeta. Mas aí é que está a oportunidade de Meghan: seu desafio é grande, então ela tem que mostrar suas habilidades.

Esta não é a primeira vez que uma duquesa é convidada para ser a editora convidada de uma revista. Kate Middleton, Duquesa de Cambridge ( e possível futura Rainha Consorte ), foi editora do Huffington Post por um dia em 2016, algo que coincidiu com o momento em que ela também foi escolhida para ser a capa da própria Vogue.

Traduzido e adaptado do original: upsocl

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




REDAÇÃO CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.