Médico com Covid-19 deixa carta emocionante antes de falecer: “ Faria tudo outra vez”

Antes de falecer por Covid-19, o neurocirurgião Lucas Pires Augusto conseguiu deixar lindas palavras de esperança a colegas de profissão, “Peguei essa doença fazendo o que amo, cuidando dos meus pacientes com amor e dedicação. Faria tudo outra vez.”

REDAÇÃO CONTI outra

O médico Lucas Pires Augusto é mais uma entre as mais de 100 mil vítimas fatais da Covid-19 no Brasil. Lucas tinha 32 anos, era neurocirurgião, pai do Benjamim e da Isabella, marido da Camila e o único irmão da Gabriela. Além disso, era dono de uma história de vida cheia de lutas e vitórias inesquecíveis. Ele participou, por exemplo, da equipe que separou as gêmeas siamesas Maria Ysabelle e Maria Ysadora, há dois anos, em cinco etapas de cirurgia, que foram orientadas pelo médico norte-americano James Goodrich.

Lucas Augusto (D) integrou a equipe do médico americano James Goodrich, que conduziu cirurgia delicada no Brasil e também morreu de COVID-19 (foto: Arquivo Pessoal)

Lucas, que nasceu em Cataguases, na Zona da Mata mineira, e atualmente morava em Ivaiporã, teve uma carreira brilhante interrompida ao ter contato com um paciente infectado pela COVID-19 enquanto trabalhava no Instituto de Saúde Bom Jesus.

Ele se internou em Maringá em 20 de julho com efeitos colaterais leves, mas que foram se agravando. “A gente tinha certeza que não ele não teria complicações. Ele só tinha 32 anos, não tinha nenhuma comorbidade, só um pouco de sobrepeso, mas não era obeso. Aos poucos foi piorando a situação”, contou Gabriela.

Antes de ser encaminhado à unidade de terapia intensiva (UTI), Lucas deixou algumas mensagens emocionantes para aqueles que se preocupavam com ele. Uma delas, em sua rede social, destacou o amor pela medicina.

“Estou indo neste momento para UTI, devido a um agravamento do quadro de COVID-19. Ficarei incomunicável, mas, desde já, agradeço aos amigos pelas orações. Peguei essa doença fazendo o que amo, cuidando dos meus pacientes com amor e dedicação. Faria tudo outra vez. Sei que meu Deus é soberano sobre todas as coisas, seus caminhos e propósitos são sempre justos e perfeitos e que no fim, todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo seu propósito. Amém”, escreveu Lucas.

A família se despediu do médico no domingo, no Dia dos Pais, pouco depois de a filha dele, Isabella, completar dois meses de vida.

***
Redação CONTI outra. Com informações de Estado de Minas

Imagem de capa: Última foto enviada à família por Lucas, que era apaixonado pela profissão desde o colegial, foi feita ao pôr do sol (foto: Arquivo Pessoal)

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




REDAÇÃO CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.