“Mau-caráter”, diz ex-empresária sobre Carol Conká

“Foram anos de perseguição, nesse tom que vocês estão vendo! Fui aniquilada profissionalmente, difamada e chamada em rede nacional de incompetent.”, disse Drica Lara, ex-empresária de Carol Conká, em um desabafo sobre o comportamento da cantora enquanto trabalhavam juntas.

REDAÇÃO CONTI outra

A participação da rapper Carol Conká no BBB21 têm gerado imensa repercussão nos últimos dias, principalmente por conta das suas atitudes no programa, lidas pelo público como preconceituosas e até desumanas. Mas a polêmica não se resume aos acontecimentos do reality, porque muitas pessoas que já trabalharam com a cantora resolveram revelar histórias sobre ela que antecedem a sua entrada na ‘casa mais vigiada do Brasil’.

Uma das mais recentes críticas veio de Drica Lara, ex-empresária de Carol Conká. Ela usou as redes sociais para fazer um desabafo expondo a rapper.

Em suas postagens, Drica Lara, que trabalhou com a artista por pelo menos cinco anos e rompeu o contrato em 2018, conta que não entende a surpresa de quem é próximo à Karol, e diz que talento não se sobrepõe a caráter.

“Hoje acordei com um número significativo de pessoas entrando em contato! Somente por isso vou escrever sobre! Entendo totalmente o público em choque! Não entendo a ‘surpresa’ de quem era/é próximo! Como assim não imaginava, não sabia? Sabia, sim!”, começa.

“Estou verdadeiramente dispensando texto de alívio de consciência sobre o ser! Se não esteve comigo ou não acreditou lá atrás, não faz sentido vir retomar agora. E já que resolvi falar, lá vai, e a quem não gostar, a porta da rua é serventia da casa: o ‘talento’, o gênero ou a cor não justifica o mau caráter”, desabafa.

Segundo Drica, a cantora teria inventado histórias para prejudicar sua carreira. “Foram anos de perseguição, nesse tom que vocês estão vendo! Fui aniquilada profissionalmente, difamada e chamada em rede nacional de incompetente e racista! Pensa, na minha área, música, no gênero rap, a maior representante falando para todos que oportunidade as histórias distorcidas que ela mesma criava”, relembra.

Ela também deu detalhes sobre os desgastes psicológicos que diz ter enfrentado por conta da artista. “Passou! Sobrevivi a uma depressão que me tomou um ano. Me reergui com apoio do meu marido, família e poucos amigos que sobraram à devastação! No rap, quem me salvou foram três mulheres que são grandes amigas até hoje: Flora Matos, Carla Arakaki e Deborah”, cita.

A empresária afirma ainda que não se sente bem vendo a forma com que Karol trata os participantes, e que se lembra de como era tratada por ela. “Imaginei que um dia isso poderia acontecer. Muito mesmo! Mas para a minha surpresa, não está sendo prazeroso, não estou de alma lavada, e só resgatou alguns sentimentos que eu não sentia há muito tempo. Então se você não trocou palavras comigo há mais de três anos, não vem de texto para sua consciência ficar mais tranquila, ok?”, conclui Drica.

***
Redação Conti Outra, com informações de Isto É.
Foto destacada: Reprodução.

Confira também o nosso podcast sobre o BBB21.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




REDAÇÃO CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.