Marília Mendonça é uma cantora e forte representante do empoderamento feminino. Suas letras, desde sempre, valorizam a autoestima e liberdade da mulher, sua voz ecoa atitude e influência.

E nunca foi da boca para fora, em seu último show, antes de ser vítima fatal de um acidente aéreo, a cantora interrompeu a apresentação quando percebeu uma confusão generalizada envolvendo uma mulher na plateia.

O show ocorria em Sorocaba (SP), na última segunda-feira (1º) e Marília, quando percebeu que um homem havia jogado um balde de gelo em uma mulher, parou de cantar no mesmo momento.

O momento foi gravado por fãs que estavam na plateia. Quando Marília vê a confusão, interrompe a música e começa a falar com os envolvidos. “Peraí, gente. Peraí. Pelo amor de Deus, tem que ser muito cara de pau pra fazer um negócio desses”, diz.

A reação do público com a intervenção da cantora é positiva e ela continua: “Você tá maluco, meu amigo? Por favor, segurança, esse cara está agredindo a mulher dele aqui. Você só pode estar maluco, né. Lixo! Tira esse cara do evento, porque senão eu não vou continuar o show, não.”


Depois da confusão, um dos rapazes envolvidos foi retirado do evento e usou suas redes sociais para defender-se:

“Agi em legítima defesa. Estou muito envergonhado, porque quem me conhece sabe da minha índole. As verdades têm que ser ditas. Em momento nenhum alguém encostou um dedo nela”, diz.

A mulher, que chegou a dizer para Marília que havia sido agredida pelo rapaz, também se pronunciou sobre o caso nas redes sociais.

“Tudo começou porque eu estava encostada no alambrado. Uma mulher disse que eu estava invadindo o espaço dela. Mas eu tinha trabalhado a semana toda em pé e queria sentar, então eu disse que iria continuar ali. Eles começaram a jogar gim, depois jogaram gelo, depois água e me empurraram. Aí, eu joguei uma garrafa de água na cabeça dela. O rapaz veio e deu um soco em mim e todos os meus amigos vieram me ajudar”, afirma.

Marília, mesmo tendo confundido o ocorrido com uma briga de casal, não se calou sobre o que viu. Demonstrou-se disponível e presente naquele momento. Um exemplo de sororidade e respeito aos seus fãs.

Com informações de G1

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.