Em uma entrevista coletiva neste domingo (25), o neurocirurgião Daniel França, marido da deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP), expôs seu ponto de vista em relação ao possível atentado sofrido pela parlamentar.

O neurocirurgião negou a possibilidade de que ele tenha qualquer relação com a violência contra a deputada. “Eu jamais agredi ninguém, eu não tenho motivo pra fazer isso, eu jamais faria isso”, afirmou.

França ainda explicou o motivo pelo qual não percebeu nenhum barulho na noite do dia 17 de julho, um domingo. “Eu ronco muito e por essa razão eu durmo em outro cômodo. Eu não ouvi nada, estava em outro quarto que não é colado.”

Joice diz que não se lembra o que ocorreu naquela noite e não descarta nenhuma possibilidade, inclusive a de ter sido vítima de um acidente, mas considera “ridícula” a hipótese de ter sofrido uma agressão do marido. “Ele é um lorde. Mais fácil ele tomar uma sova minha do que ele levantar a mão para mim”, disse a parlamentar.

Na madrugada do domingo (17), Joice Hasselmann afirmou ter tomado um remédio para dormir – Stilnox, medicação que diz estar acostumada a usar. Seu marido, segundo ela, também costuma tomar uma medicação para insônia.

O médico acredita que não houve briga no local. “Não há nenhum sinal de luta corporal. Ou ela caiu ou teve a consciência retirada e foi agredida.”

***
Redação Conti Outra, com informações de R7.
Fotos: Reprodução.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.