Mãe que teve filha levada da escola por desconhecido faz importante alerta

Uma mãe viralizou na internet recentemente após compartilhar nas redes sociais uma história que a deixou completamente apavorada e que serve como um importante alerta para outros pais.

CONTI outra

Jessie Harris Bouton, mãe de Lola, uma garotinha de apenas três anos, viralizou na internet recentemente após compartilhar nas redes sociais uma história que a deixou completamente apavorada e que serve como um importante alerta para outros pais e mães.

Tudo começou quando, ao chegar na escola da fila para buscá-la após o fim das aulas, Jessie soube que a professora de Lola tinha permitido que a menina fosse embora com um idoso que tinha se apresentado como avô dela.

“Foi estranho, eu não tinha pedido para ninguém buscar minha filha. Quando pressionei a professora, a funcionária confessou que Lola estava relutante em ir embora, mas presumiu que estava desapontada pela mãe não ter ido buscá-la”, conta a Jessie.

Jessie imediatamente correu para casa para verificar se o pai dela tinho realmente ido buscar Lola na escola. Mas o desespero bateu quando não encontrou a filha em casa, nem com o pai, nem com o sogro.

A mãe então correu de volta para a escola para saber mais detalhes sobre o que de fato havia acontecido e para solicitar as imagens das câmeras de segurança. E foi aí que Jessie viu um idoso chegando de volta à escola trazendo Lola.

Apesar do susto, a história não passou de uma confusão. Acontece que, pelo fato de que todas as crianças estavam usando máscaras, o idoso confundiu Lola com a sua neta e a levou para casa. A menina notou algo estranho, mas não pôde ter certeza, pois o idoso também estava usando máscara. Já a professora, na pressa de entregar os alunos aos pais, não notou a confusão.

Logo que percebeu que tinha levado embora a garotinha errada, o idoso voltou para a escola para entregar Lola e para pegar a verdadeira netinha.

Como a pequena Lola não queria ir com o idoso por suspeitar que aquele não fosse o seu avô, Jessie achou super importante levar o caso aos demais pais. E continuou:

“Ensine seus filhos que não há problema em pedir para ver o rosto dos adultos, se eles não tiverem certeza de que é alguém que conhecem e explique que os mais velhos podem cometer erros. Eles precisam saber falar e usar a voz se acharem que algo não está certo”.

***
Redação Conti Outra, com informações de Awebic.
Foto destacada: Reprodução/Redes Sociais.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES




COMENTÁRIOS




CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.