Nici Garcia, de 29 anos, é uma mãe do Arizona, nos Estados Unidos, que foi muito criticada depois de ter vendido diversas roupas, pertences e brinquedos de seus quatro filhos, com o objetivo de arrecadar dinheiro para quitar suas dívidas.

Foto: Nici Garcia

Ela vendeu 70% dos pertences de sua família; e, mesmo com todas as críticas que recebeu, conseguiu atingir seu objetivo, arrecadando 46 mil dólares. “Disseram-me que estou privando meus filhos, mas esse não é o caso”, explicou.

De acordo com o The Sun, além das dívidas, a mãe também queria adotar um estilo de vida diferente, o qual ela define como ‘minimalista’.

Foto: Nici Garcia

Nici explica que o novo estilo de vida não se limita apenas a coisas materiais, mas também mudou seus gastos em supermercados e outras lojas, além de ter reduzido refeições em restaurantes.

Para ela, os primeiros meses foram bastante difíceis, justamente pela dificuldade de se acostumar com a dinâmica. Felizmente, a família conseguiu pagar suas dívidas e está economizando para uma casa nova.

Foto: Nici Garcia

O problema, entretanto, é que Remington, de 7 anos; Emerson, de 6 anos; Charlotte, de 4 anos; e Sebastian, de 1 ano acabaram ‘perdendo’ a maior parte de seus brinquedos. E foi justamente isso que fez com que a mãe fosse tão criticada.

“As crianças tinham tantas coisas que não precisavam. Quando você tem filhos, as pessoas tendem a comprar coisas para eles, que você nunca tem coragem de jogar fora”, desabafa Nici.

Todos os cômodos da casa da família agora têm uma decoração limitada, que chamou a atenção das pessoas próximas à eles.

Foto: Nici Garcia

“Alguns pensam que sou um pouco louca, enquanto outros intencionalmente compraram mais coisas para as crianças depois que jogamos seus brinquedos”, conta a mãe, rindo.

Foto: Nici Garcia

Embora seus amigos e famíliares tenham estranhado a nova dinâmica, Nici deixa claro que as pessoas estão se acostumando. “Algumas pessoas me disseram que estou privando meus filhos, mas não é assim. Eles podem ter menos brinquedos, mas ainda recebem um acordo justo e recebem coisas novas, agora temos um sistema de um por vez”, completa.

Com informações de UPSOCL

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.